05 dezembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Viver (n)as Taipas?

Augusto Mendes
Opinião \ quarta-feira, junho 06, 2018
© Direitos reservados
A nossa vila não ganhou toda esta vida nos últimos meses. Não sou, nem nunca fui, um apologista da terra queimada, pelo que é óbvio constatar que há já muitos anos a nossa Vila é uma Vila pujante.

Caro leitor,
Viver nas Taipas ou Viver as Taipas.

Existe uma grande diferença entre as duas afirmações que apresento.

Muitos vivemos nas Taipas, mas nem todos vivemos as Taipas.

A culpa é nossa. Caldas das Taipas tem todas as condições para que possamos “Viver as Taipas”. A nossa Vila tem instituições sociais, culturais, desportivas e associativas fortes e cada vez mais dinâmicas. Cada uma delas, no seu espaço de intervenção, organiza e dinamiza atividades diferenciadas e centradas em diferentes públicos, e ainda por cima temos um Parque de Lazer que pela sua beleza natural e características ímpares para a prática de várias atividades, nos proporciona momentos de lazer que não têm preço. A nossa Vila, com uma atividade Termal bicentenária e cada vez mais forte, com a nossa indústria de cutelarias mundialmente conhecida e reconhecida e, porque não dizê-lo, com uma larga oferta gastronómica na restauração de alta qualidade que é um farol de vida e movimento no nosso concelho.

Não me interpretem mal. A nossa vila não ganhou toda esta vida nos últimos meses. Não sou, nem nunca fui, um apologista da terra queimada, pelo que é óbvio constatar que há já muitos anos a nossa Vila é uma Vila pujante.

Dito isto, não é menos verdade que independentemente da pujança da Vila, vamos notando aqui e ali que nem sempre vivemos as Taipas com a intensidade que a Vila nos proporciona. Deixem-me ser claro: Passamos a vida a queixar-nos de que não há nada, mas quando há, muitas vezes a participação dos Taipenses deixa a desejar. A nossa participação devia ser maior não só pela qualidade que as atividades existentes na Vila têm, mas mais ainda para alimentar a vida da Vila e para que estas não deixem de existir.

O melhor alimento que estas instituições que tanto trabalham em prol da Vila podem ter é a presença e o reconhecimento dos Taipenses pela atividade que desenvolvem. Nós, os Taipenses, somos o melhor combustível para que estas coletividades nos continuem a presentear com cada vez mais e melhores atividades.

Escrevo esta crónica num dia de chuva, mas o Verão está próximo e estou certo de que vamos aproveitar esta estação estival para viver as Taipas, enchendo os muitos espetáculos que estão prometidos, a começar pelo S.Pedro que pelas primeiras informações vai ter um cartaz que promete animar a Vila, e participando nas muitas atividades que vão ter lugar na nossa vila, mostrando que a vitalidade das nossas instituições é acompanhada pela vitalidade dos Taipenses.

Vamos todos Viver as Taipas!