03 fevereiro 2023 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Mais autonomia, melhor serviço

Augusto Mendes
Opinião \ domingo, novembro 28, 2021
© Direitos reservados
A equipa que está à frente da Junta de Freguesia não tem medo de desafios e está pronta para executar as delegações de competências que lhe possam ser dadas.

Depois de mais uma grande vitória do Partido Socialista no passado dia 26 de Setembro, num resultado onde os Taipenses mostraram maturidade democrática, ao escolher a continuidade de um projeto que já deu provas da sua capacidade de concretização, da sua capacidade de unir as pessoas, as instituições e as coletividades em torno da nossa freguesia e dos nossos fregueses.

Deve ser esse o único foco do trabalho de uma Junta de Freguesia. Trabalhar para unir!
E o sentimento de comunitarismo foi um dos pontos positivos sentidos durante toda esta campanha. Notamos nos Taipenses um sentimento de pertença, sentem agora que o que fazem em comunidade, seja individualmente por exemplo no Taipas a Florir, seja coletivamente em alguma instituição ou associação, tem sempre por objetivo final o bem-estar e o desenvolvimento da nossa terra.

Mas para desenvolvermos ainda mais este sentimento precisamos que todos os que queiram se juntem, em algum momento, e possam fazer parte. Uma pequena ajuda de cada um dará no final uma comunidade mais forte!

Outro dos pontos que queremos mais é autonomia em várias áreas. Já o escrevi antes, e afirmei em assembleia de freguesia, que a equipa que está à frente da Junta de Freguesia não tem medo de desafios e está pronta para executar as delegações de competências que lhe possam ser dadas.

E por isso precisamos ainda de mais autonomia no cuidado dos nossos parques e jardins onde já demos provas de ter capacidade e competência para sermos independentes.
Precisamos de mais autonomia na gestão de pequenas obras e reparações nas nossas escolas. Estando mais perto prestaremos com certeza um melhor serviço.
Precisamos de mais autonomia na limpeza e higiene urbana. Temos mais e melhor conhecimento da freguesia para melhor gerir os recursos que nos ponham à disposição.
Precisamos de mais autonomia na reparação e manutenção da nossa rede viária onde uma Junta de Freguesia não tem qualquer meio para poder intervir.

Mas estas autonomias que temos de reivindicar neste mandato que vai iniciar terão de ser acompanhadas do respetivo envelope financeiro e de meios humanos para que possa ser efetivo. Maior autonomia sem recursos será criar ainda mais problemas do que aqueles que já existem
Estou certo de que o próximo executivo terá capacidade para lutar por estes objetivos e assim elevar ainda mais a nossa freguesia como uma referência que nos possa orgulhar!
Assim todos o desejamos!!