20 abril 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

A importância da engenharia natural na contenção das margens

Augusto Mendes
Opinião \ segunda-feira, fevereiro 13, 2023
© Direitos reservados
Com a conclusão do Trilho Ecológico, da Praia Seca às Levadas, em toda a frente do rio Ave que atravessa a freguesia, agora toda a população te. acesso a um recurso que durante anos esteve esquecido.

“E a principal razão pela qual a intervenção ainda não está realizada prende-se com a decisão da Junta de Freguesia de que todas as intervenções a realizar nas margens do rio Ave, na nossa freguesia, têm de obedecer a técnicas de engenharia natural na contenção das margens. Temos já o exemplo da ribeira junto à Praia Seca cuja intervenção nos deixou muito agradados.”

Com a conclusão do Trilho Ecológico do Ave entre a Praia Seca e as Levadas, em toda a frente do rio Ave que atravessa a nossa freguesia, pode agora toda a população ter acesso a um recurso que durante anos esteve esquecido. Com esta intervenção foi possível, por exemplo, dar a conhecer as noras existentes que foram também já elas recuperadas. É uma nova zona da Vila que nos estava interdita e que é agora referência para todos os Taipenses e outros que nos visitam.

Mas esta intervenção deixa-nos agora outros desafios, até porque, como tudo na vida só damos valor às coisas quando as perdemos. E é o que está a acontecer com a limitação de passagem no trilho junto ao parque de campismo, interdito já desde o passado mês de setembro. Temos sido bastante solicitados a pedir a sua reabertura com a maior brevidade possível e é nisso que trabalhamos desde a primeira hora. E a principal razão pela qual a intervenção ainda não está realizada prende-se com a decisão da Junta de Freguesia de que todas as intervenções a realizar nas margens do rio Ave, na nossa freguesia, têm de obedecer a técnicas de engenharia natural na contenção das margens. Temos já o exemplo da ribeira junto à Praia Seca cuja intervenção nos deixou muito agradados.

Para a intervenção no aluimento junto ao campismo a junta de freguesia contatou, e pediu ajuda, ao Laboratório da Paisagem para a elaboração do projeto de recuperação da margem com recurso a técnicas de engenharia natural. Técnicos do Laboratório da Paisagem em conjunto com a Universidade de Trás os Montes e Alto Douro elaboraram o projeto, que está concluído. A intervenção será feita logo que o caudal do rio baixe o suficiente para a sua execução.

No mês de janeiro tivemos na nossa vila dois eventos que demonstram toda a nossa vitalidade e que devo aqui felicitar. Refiro-me ao festival de reisadas que o meu Amigo Camané, com o Grupo dos amigos dos reis das Taipas organizou e que vai já na 29ª edição, mantendo assim a tradição, com vários grupos da região a associarem-se à iniciativa. O outro evento foi a gala “A TERRA ONDE A LUA FALA”. Uma gala onde os Taipenses se sentem orgulhosos dos seus e nos mostra que o presente da nossa vila é brilhante mas que podemos ter certezas de que o futuro será ainda melhor!

Para terminar desejar à nova direção e ao novo comando dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas um excelente trabalho. Gente dedicada e com espírito de missão que tenho a certeza manterão os nossos bombeiros no patamar de excelência a que estamos habituados!