02 julho 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Posto dos Correios

Alfredo Oliveira
Opinião \ quarta-feira, junho 01, 2022
© Direitos reservados
Nas últimas décadas viveram-se momentos, relacionados com o posto de correios, que definem os taipenses quando se unem para lutar por algo comum.

Um território define-se pelas suas valências e serviços prestados à sua população. Caldas das Taipas, o segundo polo urbano do concelho a seguir à cidade de Guimarães, tem-se afirmado pela qualidade e quantidade desses serviços. Um dos serviços mais antigos e que identificam a vila, é sem dúvida o seu posto de correios.

Desde 1964 que temos os correios a funcionar no atual edifício. De acordo com a pesquisa de Carlos Marques, deve-se a Maria Helena Saraiva Antunes Monteiro a instalação no rés do chão esse serviço, sendo o primeiro andar ocupado pela chefe dos correios.

Felismina Vieira, em entrevista publicada nesta edição, refere que durante a chefia do posto, nos anos oitenta e noventa do século vinte, também chegou a ocupar esse mesmo espaço.

A nossa entrevistada recorda esses tempos, conta algumas das histórias vividas e recorda alguns momentos marcantes.

Nas últimas décadas viveram-se momentos, relacionados com o posto de correios, que definem os taipenses quando se unem para lutar por algo comum. As tentativas do fecho do posto e a criação do código postal, são exemplos disso mesmo.

 

O ano vai avançando e aproximam-se as festas populares. As festas da vila e S. Pedro já tem o seu cartaz fechado. Depois de dois anos ausentes, devido à pandemia, a segunda maior festa do concelho pretende regressar em força. O programa tem início no dia 10 de junho e prolongar-se-á até 4 de julho.

De volta e já agendadas estão as feiras da francesinha e das associações que serão deslocadas para o Pavilhão Polidesportivo situado na Alameda Rosas Guimarães.