25 outubro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Covid-19: governo decreta encerramento das escolas nos próximos quinze dias

Redação
Sociedade \ quinta-feira, janeiro 21, 2021
© Direitos reservados
O primeiro ministro anunciou esta quinta-feira o encerramento das escolas nos próximos quinze dias, determinando a suspensão de toda a atividade letiva. A medida foi anunciada após o conselho de ministros.

António Costa referiu que esta medida foi tomada de acordo com os dados atuais da pandemia e tendo em conta a progressiva implementação da estirpe inglesa da Cvid-19 no nosso país. “Adotamos as medidas de acordo com os dados que existem, e não de acordo com os dados que existiram ou com os dados que pensamos que possam existir. Esta estirpe teve um crescimento muito significativo e tivemos de adotar esta semana as medidas de forma a evitar o avanço da pandemia”, frisou o primeiro ministro.

O encerramento das escolas começa já esta sexta-feira e foi decretado por um período de quinze dias, sendo que novas medidas serão determinadas mediante a evolução da situação.

Na sua declaração ao país, o primeiro ministro sublinhou que o encerramento das escolas é “profundamente danoso para o processo de aprendizagem e de desenvolvimento das crianças” e “não tem compensação” no futuro.

“Não há dinheiro que pague o dano que esta medida causa no processo de desenvolvimento de uma criança. Mas, é importante interromper a atividade letiva, que será compensada no calendário escolar pelo encurtamento ou eliminação de outros períodos de interrupção que estão previstos mais para a frente”, frisou.

Apesar deste encerramento das escolas o balanço do primeiro período letivo foi traçado de forma positiva, tal como o Reflexo deu conta.

VEJA AS DECLARAÇÕES DE ANTÓNIO COSTA