23 maio 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Dia Mundial da Saúde: memorando de um bem tão valioso!

Rita Vale Lima
Opinião \ sexta-feira, março 31, 2023
© Direitos reservados
Toda a atividade física conta e ter uma alimentação saudável pode aumentar o número de anos de vida saudáveis e reduzir o risco e aumentar o controlo das doenças que mais afetam a população portuguesa

"O mais importante é ter saúde!" -, assim o afirmam grande parte dos portugueses. No entanto, estaremos a fazer por manter-nos saudáveis? Um estudo europeu denominado Eurobarómetro, publicado em 2022, sobre o desporto e atividade física, mostra que 73% da população portuguesa afirma não praticar desporto ou exercício físico. Dos 27 países da União Europeia analisados, Portugal tem a taxa mais alta de população que não pratica atividade física. (1)

E quanto à alimentação seremos exemplares? De acordo com o estudo Global Burden of Disease (GBD), em 2017, os hábitos alimentares inadequados dos portugueses foram o terceiro fator que mais contribuiu para a perda de anos de vida saudável. O consumo insuficiente de fruta, hortícolas, cereais integrais e frutos secos oleaginosos e o consumo excessivo de sal estão entre os principais comportamentos alimentares inadequados (2).

A propósito do dia Mundial da Saúde, que se celebra no dia 7 de Abril, pretendo dar particular destaque à importância do estilo de vida, nomeadamente à alimentação e ao exercício físico, como a base de uma vida saudável. Na verdade, as doenças crónicas representam 86% das doenças em Portugal e as várias recomendações apontam para o papel dos estilos de vida no tratamento e na prevenção das mesmas (3).

Relativamente à atividade física, a atividade física regular pode contribuir para um melhor controlo das doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e cancro, e para reduzir os sintomas de depressão. Por outro lado, o comportamento sedentário pode aumentar o risco destas doenças. A OMS recomenda pelo menos 150-300 min de atividade física moderada por semana para adultos e 60 min de atividade física moderada nas crianças e adolescentes (3).

Relativamente à alimentação, uma alimentação saudável deve ser completa, equilibrada e variada. A roda dos alimentos é uma boa referência para aplicar no dia-a-dia, assim como os auxiliares de rótulos desenvolvidos pela Direcção Geral de Saúde (DGS) (Figura 1). As bebidas açucaradas, os doces, os salgados e os fritos não devem fazer parte da rotina diária.

Figura 1: Decodificador de rótulos de alimentos e de bebidas. Fonte: DGS

Em suma, toda a atividade física conta e ter uma alimentação saudável pode aumentar o número de anos de vida saudáveis e reduzir o risco e aumentar o controlo das doenças que mais afetam a população portuguesa.

1- European Commission. “Eurobarometer.” Europa.eu, Sept. 2022, europa.eu/eurobarometer/surveys/detail/2668.

2- Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME). Findings from the Global Burden of Disease Study 2017. Seattle, WA: IHME, 2018.

3- World Health Organization 2020 guidelines on physical activity and sedentary behaviour. Br J Sports Med. 2020 Dec.