23 maio 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Acordar a meio da noite para urinar - é “normal” ou é um problema?

Rita Vale Lima
Opinião \ sexta-feira, abril 12, 2024
© Direitos reservados
Acordar várias vezes durante a noite para urinar é uma queixa frequente em consulta. Mas será que, sendo tão frequente, é algo normal? A resposta é um categórico "não"!

Acordar várias vezes durante a noite para urinar é uma queixa frequente em consulta. Em Portugal, uma em cada três pessoas com mais de 30 anos acorda pelo menos duas vezes por noite para urinar, situação esta ainda mais prevalente acima dos 65 anos. Existe um predomínio no sexo feminino nos adultos, enquanto que acima dos 65 anos há uma tendência maior no sexo masculino, principalmente, à custa do aumento do tamanho da próstata.

Mas será que, sendo tão frequente, é algo normal? A resposta é um categórico "não"! A noctúria, como é chamada esta condição, não deve ser aceite como uma consequência inevitável do envelhecimento, pois impacta significativamente a qualidade de vida. As consequências deste problema são múltiplas e incluem não só o impacto na qualidade do sono com diminuição da produtividade, como também um pior estado de saúde geral com maior número de quedas e fraturas e maior risco de obesidade, doenças cardíacas, diabetes, depressão e de outras patologias. Assim, apesar de não ser sempre ativamente abordado, conformar-se com o problema não é a melhor opção.

Mas a boa notícia é que existe tratamento eficaz! A primeira abordagem assenta em medidas que podem ser aplicadas no dia-a-dia, mesmo antes de procurar ajuda médica. Eis algumas dicas:
- Redução da ingestão líquidos e de sal, principalmente após o lanche;
- Uso de meias de compressão e elevar as pernas, se tiver problemas de circulação;
- Urinar antes de deitar e aguardar um 20 a 30 segundos para esvaziar
completamente a bexiga;
- Utilize uma cadeira sanitária próxima à cama para evitar quedas;
- Priorize um sono reparador e sem interrupções;
- Faça fisioterapia do pavimento pélvico, incluindo exercícios de Kegel e treino vesical.

Se mesmo com estas medidas o problema persistir, não se conforme! Procure o seu médico de família. Lembre-se: uma boa noite de sono é essencial para a saúde e o bem-estar. Não deixe que a noctúria controle a sua vida!


Bibliografia:
● Associação Portuguesa de Urologia. “Noctúria. Atualização Clínica” Urologia em Medicina Geral e Familiar (2023), 1/2023
● Associação Portuguesa de Urologia. “Noctúria. Abordagem na prática clínica ”
Urologia em Medicina Geral e Familiar (2020), 12/2020