29 novembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Em 2020 apenas se realizaram dois casamentos nas Taipas

Bruno José Ferreira
Sociedade \ sábado, fevereiro 06, 2021
© Direitos reservados
O Reflexo compilou os dados de dezassete paróquias circunvizinhas às Taipas e os indicadores evidenciam uma redução drástica do número de batizados e casamentos e o aumento dos funerais realizados.

Um dos principais indicadores que salta à vista em Caldelas é a realização de apenas dois casamentos no ano passado, quando em 2019 tinham sido doze os matrimónios realizados. O número de batizados foi, também como se perspetivava, inferior uma vez que de 38 batizados em 2019 este número baixou para onze batismos no ano transato. Em sentido inverso, como será fácil compreender, o número de funerais realizados aumentou. De 37 em 2019 passou-se para 48 no ano passado.

Menos 78% de casamentos e 54% de batizados realizados

A globalidade dos dados mostra-nos que no ano 2019 realizaram-se 261 batizados nas dezassete paróquias, enquanto que no ano seguinte, em 2020, apenas se realizaram 119 batizados. Uma queda na ordem dos 54 por cento, que se faz ainda mais sentir no que aos casamentos diz respeito.

Infografia: Paulo Dumas

Na primeira vaga da pandemia o Reflexo realizou uma reportagem sobre a indústria dos casamentos, em que vários intervenientes neste processo reportaram o cenário de crise com as festas praticamente todas canceladas. A nível religioso isso foi sentido, sendo que no caso dos casamentos a redução foi na ordem dos oitenta por cento. Nas dezassete paróquias apenas se realizaram quinze casamentos em todo o ano 2020, quando no ano anterior tinham sido celebrados 71 matrimónios. Em nove destas paróquias, nomeadamente Sande São Lourenço, Sande Vila Nova, Souto São Salvador, Briteiros Santa Leocádia, Divino Salvador Briteiros, Longos, Donim, Gondomar e Sande São Clemente não se realizou qualquer casamento.

Tal como aconteceu nas Taipas, nos resultados de quase todas as paróquias o número de funerais realizados aumentou, ainda que com uma diferença menos acentuada do que o que se verifica nos casamentos e batizados. Realizaram-se mais 10,75% de funerais, 270 em 2020 e 241 em 2019.

Souto Santa Maria é a exceção à regra

Há uma paróquia que contraria toda esta tendência e, para além de diminuir os funerais realizados, em 2020 consegui realizar mais casamentos e batizados do que em 2019. Trata-se da paróquia de Souto Santa Maria, na qual se realizaram cinco batizados em 2020, mais um do que os quatro realizados em 2019, e realizou-se um casamento, quando no ano anterior não foi celebrado qualquer matrimónio. Mas, o principal indicador de exceção à regra é mesmo o número de funerais, uma vez que se realizaram apenas quatro em 2020 quando em 2019 se tinha realizado mais dez.

Infografia: Paulo Dumas

De resto, as restantes exceções prendem-se essencialmente com a questão dos funerais. Nas paróquias de Sande São Martinho, Souto São Salvador, Divino Salvador – Briteiros, e Brito registaram-se menos funerais no ano passado do que em 2020. Outra exceção teve lugar em Balazar, com a realização de um matrimónio em 2020, quando em 2019 não se tinha realizado nenhum.