23 junho 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Descargas acima da média no Ermal levam a aviso de cheias no Ave

Redação
Sociedade \ domingo, janeiro 01, 2023
© Direitos reservados
Na sequência das descargas de 98 metros cúbicos de água por segundo, Juntas de Freguesia pedem aos habitantes para evitarem a permanência nas margens do rio Ave e acautelarem animais e bens.

A chuva intensa que se fez sentir na última semana, em especial na transição de 2022 para 2023, parece já ter passado, segundo as previsões meteorológicas do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, mas ainda o risco de cheia nas margens do Ave subsiste pelas próximas horas; as descargas de água com velocidade acima da média na barragem do Ermal, em Vieira do Minho, são a causa.

“A barragem do Ermal/Guilhofrei, da bacia do Rio Ave, encontra-se a realizar descargas com um débito de 98 metros cúbicos por segundo, desde as 17h30 do dia de hoje [domingo], com previsões de manter este débito, pelo que alertamos para a possibilidade da subida do nível das águas, nas linhas de águas da bacia respetiva, em especial as que confrontam com o Rio Ave”, referem os comunicados da Junta de Freguesia de Caldelas e da União de Freguesias de Briteiros Santo Estêvão e Donim, duas das autarquias a norte do concelho de Guimarães que confrontam com o rio.

Depois das cheias de sexta-feira, que inundaram a área entre os campos de ténis e o polidesportivo no parque das Taipas, o parque de lazer da Praia Seca e os Banhos Velhos, a Junta de Freguesia de Caldelas pede aos habitantes para “não circularem na margem do rio Ave” e para “acautelarem bens, animais e outros pertences suscetíveis de estarem em perigo”.

Já a UF de Briteiros Santo Estêvão e Donim pede aos fregueses para evitarem “sempre que possível permanências nestas zonas”, considerando “o histórico de situações anteriores nas zonas suscetíveis de inundações”.