17 setembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Covid-19 avança e Guimarães recua no desconfinamento. Conheça as medidas

Pedro C. Esteves
Sociedade \ quinta-feira, julho 15, 2021
© Direitos reservados
Concelho passa a integrar lote de 90 municípios de risco elevado ou muito elevado. E obrigatório o recolhimento a partir das 23h00 e teste negativo/certificado para entrar em restaurantes.

Guimarães passa a ter medidas de confinamento mais apertadas a partir desta quinta-feira. Após a reunião do Conselho de Ministros ficou determinado o aumento para 90 o número de concelhos em risco elevado (onde passa a figurar o município vimaranense) ou muito elevado. Nestes concelhos passa a ser obrigatória a apresentação de um teste negativo ou certificado de vacinação para entrar em restaurantes.

O município é um dos 43 em risco elevado por se ter registado uma incidência cumulativa superior a 120 casos por 100 mil habitantes em duas avaliações consecutivas. "Quando olhamos para a situação do nosso país na matriz de risco, vemos que a situação continua a degradar-se. Temos hoje no continente uma incidência  de 346,5 por 100 mil habitantes e um ritmo de transmissão (Rt) de 1,15", salientou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, após o Conselho de Ministros.

O que muda em Guimarães a partir desta quinta-feira?

      • Circulação na via pública fica limitada entre as 23h00 e as 5h00;
      • Quando as funções permitem, o teletrabalho passa a ser obrigatório;
      • Comércio retalhista funciona até às 21h00;
      • Restauração (cafés, pastelarias e restaurantes) com horário até às 22h30 - max. 6 pessoas por grupo dentro do estabelecimento; 10 por grupo na esplanada

Estas medidas vão estar em vigor até (pelo menos) dia 27 de julho, dia de reunião dos peritos no Infarmed, onde se vai definir o novo calendário e possíveis novas medidas. O Governo aprovou também um decreto-lei que permite a venda de autotestes nos supermercados. Embora ainda não haja informação de quando chegam aos supermercados estes testes, o plano passa por aumentar a consciencialização da população e facilitar o acesso a equipamentos de testagem.