08 dezembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Supercomputador ocupará dois lotes no Avepark

Redação
Sociedade \ sexta-feira, dezembro 18, 2020
© Direitos reservados
A Câmara Municipal de Guimarães vai ceder dois lotes no Parque de Ciência e Tecnologia – Avepark para a instalação do supercomputador nesta valência vimaranense.

As várias entidades envolvidas no processo, nomeadamente a Câmara Municipal de Guimarães, a Fundação para a Ciência e Tecnologia e a Universidade do Minho, acordaram um Memorando de Entendimento para avançar com a candidatura junto da CCDR-N.

Entre outras coisas, a Câmara Municipal de Guimarães compromete-se neste Memorando de Entendimento a proceder à “aquisição do lote 15 no AvePark, incluindo o imóvel existente, destinado a alojar o MACC; Celebração com a FCT de um contrato de cedência de ocupação de espaço, pelo qual lhe cede o direito de utilização do lote 15 e respetivo imóvel, bem como do lote 18 do AvePark, do qual é proprietária, nos termos e mediante um valor a acordar entre as partes”, segundo pode ler-se na agenda da reunião de câmara.

A criação desta estrutura, o Minho Advanced Computing Centre (MACC), o centro de computação avançada, teve o apoio da iniciativa EuroHPC, garantindo-se assim “o alojamento e operação em Portugal de um supercomputador de nível peta escala, denominado Deucalion, capaz de realizar 10 mil biliões de operações por segundo, com uma arquitetura na fronteira da tecnologia para utilização pela comunidade científica e empresarial. A instalação deste supercomputador contribuirá decisivamente para participação de Portugal em atividades de ciência e inovação de excelência, que envolvam processos de cálculo e tratamento de dados muito exigentes”, aponta o município.

O Deucalion tem uma massa de aproximadamente 26 toneladas e uma dissipação de 1,7 Mega Watts de potência elétrica, o que requer vários requisitos essenciais para a sua instalação e funcionamento.