23 maio 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Prémios Essência do Ambiente: Vitrus com dois projetos na shortlist

Redação
Sociedade \ quarta-feira, maio 15, 2024
© Direitos reservados
Guarda-rios e lenha aproveitada para as escolas entre os finalistas nas categorias de Boas Práticas e Sensibilização Ambiental, respetivamente.

A Vitrus Ambiente tem dois projetos entre os finalistas aos Prémios Essência do Ambiente. São os casos dos projetos denominados “guarda-rios” e “lenha”, que estão na shortlist destes galardões que pretendem ser uma extensão da missão de sensibilizar, pela divulgação de boas ações, e mostrar que Portugal está no caminho de uma Economia Circular e Sustentável.

O projeto “guarda-rios” está nomeado na categoria de Sensibilização Ambiental, juntamente com os projetos “Conhecer para respeitar” – ISEC Lisboa (Instituto Superior de Educação e Ciências); “Projeto Rios” – Associação Portuguesa de Educação Ambiental e “RotaEco” – Associação Rotaeco. Implementado pela Vitrus, assume a missão da proteção dos recursos hídricos do concelho de Guimarães, designadamente o rio Ave, o rio Selho, o rio Vizela, assim como os respetivos afluentes e margens.

A equipa dos Guarda-rios verifica a existência de ligações ilegais de saneamento aos rios e deposições ilegais de resíduos, procedendo ao envio de relatórios às entidades competentes, conferindo ainda a realização de inquéritos onde são aferidos parâmetros qualitativos do estado dos rios, como o cheiro, cor, se tem espuma, se têm resíduos, se o escoamento está obstruído, entre outros. No âmbito desta ação, procede-se ainda à retirada de plásticos no leito e margens dos rios, introduzindo esse plástico na reciclagem.

Por sua vez, o projeto “Lenha”, implementado pela Vitrus, está nomeado na categoria de Boas Práticas, juntamente com os projetos “Eco Compras” – Aliados Consulting; “Energia e Conforto para Todos” – Agência de Energia do Porto e “MyAqua” – Câmara Municipal de Castelo Branco. Está assente na promoção de economia circular, através da distribuição de lenha pelas escolas básicas do concelho de Guimarães para aquecimento central dos edifícios.

A lenha resulta da limpeza de caminhos públicos ou a recolha de árvores caídas e troncos das podas. Entretanto é devidamente cortada e acondicionada para a entrega nas escolas, numa iniciativa que visa rentabilizar os recursos disponíveis, reduzir o desperdício e proteger o ambiente da desflorestação.

A sessão do anúncio dos projetos vencedores está agendada o dia 4 de junho, em Ermesinde, no concelho de Valongo.