01 outubro 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Oficial. Direção dos Bombeiros demite-se: alega “falta de respeito”

Redação
Sociedade \ quinta-feira, setembro 15, 2022
© Direitos reservados
Direção de Manuel Castro diz que "não pode aceitar" a ameaça de passagem à inatividade de dezenas de bombeiros, o que comprometeria o socorro. Assume a gestão até à nova direção tomar posse.

A direção dos Bombeiros das Taipas, liderada por Manuel Castro, assumiu em comunicado a sua demissão, notícia já adiantada pelo Reflexo. Num comunicado assinado pelo presidente demissionário são apresentados vários pontos que estão na origem desta decisão.

Um deles é a “falta de respeito evidenciada por alguns (poucos) elementos do corpo ativo”, que gerou um “profundo, absoluto e irreversível desgaste”. Na mesma nota a direção diz que o Adjunto Paulo Gomes, que estava no comando da corporação, aceitou ser comandante, mas dois dias depois alegou motivos de saúde para se demitir.

A direção dos bombeiros refere ainda que “não pode aceitar, nem tampouco prosseguir o seu trabalho depois de lhe ter sido dirigida a ameaça de (…) pedido de passagem à inatividade de dezenas de bombeiros”, o que “a acontecer, comprometerá, por certo, as operações de socorro”.

A equipa diretiva dos bombeiros compromete-se a manter a gestão corrente da Associação Humanitária dos Bombeiros das Taipas, de forma a não comprometer a normal atividade da instituição.

Recorde-se que estavam previstas eleições para os órgãos sociais em dezembro, dentro de sensivelmente três meses. O Reflexo sabe que foi equacionada a realização de uma conferência de imprensa para reagir a este comunicado, por parte do corpo ativo, que acabou por não se concretizar. Contactado pelo nosso jornal, o adjunto Paulo Gomes preferiu não fazer qualquer comentário, com o intuito de preservar o bom nome da instituição.

Veja o comunicado da direção na íntegra: