28 outubro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Município mantém centro de acolhimento aos sem-abrigo e apoia acesso a medicamentos

Redação
Sociedade \ terça-feira, janeiro 05, 2021
© Direitos reservados
A Câmara Municipal de Guimarães anunciou esta terça-feira que vai manter o centro de acolhimento para pessoas sem-abrigo, uma estrutura que está a funcionar desde março do ano passado em virtude da pandemia.

A funcionar na escola Chã de Bouça, em Atães, este centro conta atualmente com onze pessoas “permitindo alojar pessoas sem-abrigo, vítimas de violência doméstica, migrantes e cidadãos com necessidade de proteção internacional, com as devidas condições de conforto, alimentação e higiene”, dá conta o município.

Na mesma nota a Câmara Municipal de Guimarães refere que são fornecidas quatro refeições diárias, e ainda têxteis e produtos de higiene, solicitando a sinalização de pessoas sem-abrigo para que seja possível dar resposta a estas situações, tendo também em conta as baixas temperaturas que se fazem sentir.

Este espaço conta com uma equipa em permanência da Cruz Vermelha, o que levou a que fosse atribuído um subsídio de 82 mil euros à Delegação de Guimarães da Cruz Vermelha Portuguesa, para garantir os recursos necessários.

Noutro âmbito, a Câmara Municipal de Guimarães reforçou o protocolo no ‘Programa Abem: Rede Solidária de Medicamento’, que “garante o acesso aos medicamentos, em ambulatório, por parte de qualquer cidadão em situação de carência económica que impossibilita adquirir os medicamentos comparticipados e prescritos por receita médica”. Este programa chega atualmente a 1500 vimaranenses.