15 abril 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Metrobus: traçado cruza centro das Taipas e prevê bolsa de estacionamento

Bruno José Ferreira
Sociedade \ quinta-feira, fevereiro 29, 2024
© Direitos reservados
BRT entre Guimarães e alta velocidade em Braga contempla tramo de um quilómetro nas Taipas, cruzando o centro e prevendo duas estações, uma bolsa de estacionamento e ainda ramal para o Avepark.

O traçado do BRT (bus rapid transit), ou metrobus, previsto para ligar Guimarães à futura estação de alta velocidade, em Braga, cruza o centro das Taipas numa extensão de sensivelmente um quilómetro, deste a ponte sobre o rio Ave até à rotunda de acesso a Sande São Martinho. O mapa, ainda provisório e disponível no portal Base.Gov como planta de localização para os ensaios geotécnicos e de caracterização de pavimentos, apresenta um possível itinerário

A via dedicada de transporte público atravessará o rio Ave seguindo pela Estrada Nacional 101, junto à ponte existente, pressupondo-se uma passagem com duas faixas para automóveis e uma faixa para metrobus. Este sistema prossegue até ao entroncamento com a rua 19 de Junho, sendo que aí estreita para apenas uma faixa automóvel e uma dedicada a BRT num percurso que atravessa a nova Praça de Santo António, num local apenas pedonal após as obras de requalificação do centro cívico da vila.

O traçado prossegue pela rua Comandante Carvalho Crato até à rotunda, sendo este ponto a rotunda de ligação a Sande São Martinho, um ponto importante no mapa. Nessa zona, está previsto existir uma das duas estações previstas para a freguesia de Caldelas (assinaladas com um ponto no mapa), e ainda o início de um ramal de acesso ao Avepark (tracejado). A outra estação prevista para ter lugar nas Taipas situa-se junto à atual paragem de transporte coletivo rodoviário conhecida como ‘Perigosa’. O referido mapa no qual é feito o traçado do BRT contempla ainda bolsas de estacionamento e zonas park & ride, sendo que está prevista uma bolsa de estacionamento nas Taipas, na área da Botica, assinalada no mapa a cinzento.

De resto, o percurso do metrobus no concelho de Guimarães contempla sensivelmente 13 quilómetros, estando o terminal, ou a principal estação, localizada na Alameda Alfredo Pimenta. Pelo percurso até Balazar, até à confluência com o concelho de Braga, estão previstas 14 paragens, uma dezena de bolsas de estacionamento e ainda oito locais de park & ride. Na sua maioria, o percurso é feito seguindo o traçado da Estrada Nacional 101, contendo, contudo, dois tramos específicos para BRT: um deles em Fermentões, na zona de Caneiros, e outro em Ponte, de forma a evitar fila junto ao quiosque Sãozinha. No caso de Ponte, a saída da Nacional 101 faz-se sensivelmente a meio da reta de Toriz com um ramal em via dupla exclusivo para BRT, com passeios, em direção à igreja, regressando, depois da rotunda à 101.

 

Ligação ao norte do concelho divide executivo e oposição

Este tema, a mobilidade, foi discutido na reunião de Câmara do dia 15 de fevereiro, com o executivo liderado por Domingos Bragança e a oposição a terem visões opostas. "Queremos fazer uma via urbana de ligação da cidade, Fermentões, Ponte e Taipas pela Nacional 101, com passeios, mobiliário urbano. Juntamente com isso terá o canal dedicado de mobilidade de transporte público, metrobus. Mas só é possível com uma via, que eu chamo de variante ou circular ao norte do concelho, para libertar a 101”, referiu Domingos Bragança, defendendo a construção da Via do Avepark como forma de libertar a Nacional 101, que será transformada numa via urbana com oferta dedicada de transporte público. Por sua vez, Ricardo Araújo, do PSD, voltou a defender uma saída da autoestrada mais próxima da zona Norte do concelho. “Defendemos uma ligação urbana entre a cidade e as Taipas, com via dedicada de transporte público, e a criação de uma saída da autoestrada em Brito, Sande, que sirva esta zona. A 101 é um dos eixos principais de fluxo de automóveis e pessoas no nosso concelho, Tem de se resolver, e a teimosia com a Via do Avepark está a atrasar este processo”, concluiu.