28 novembro 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Meia-maratona Cidade Berço em setembro com percurso homologado no centro

Bruno José Ferreira
Desporto \ terça-feira, junho 14, 2022
© Direitos reservados
Prova de Atletismo muda de noma, será realizada em setembro e o percurso - mais concentrado no centro - será homologado oficialmente. Objetivo é atrair a comunidade à participação.

A meia-maratona de Guimarães está de regresso depois de dois anos de interregno devido à pandemia, reapresentando-se com várias novidades comparativamente com as versões anteriores.

Desde logo o nome; Meia-maratona Cidade Berço é a designação da prova que se passa a realizar em setembro, no dia 25, em vez de se enquadrar nas celebrações do 24 de junho. Também o percurso será diferente, circunscrito ao centro, de forma a que possa envolver a comunidade.

 “Decidimos construir este evento em conjunto com a comunidade”, referiu Nelson Felgueiras, vereador da Câmara Municipal de Guimarães, frisando que o novo nome “pretende evocar a nossa imagem”.

As premissas estão lançadas, a prova está a gora a ser trabalhada em conjunto com várias associações. “Durante as provas termos associações culturais e recreativas por todo o percurso para animar a prova, para que seja uma mostra da cidade”, disse.

Uma das coletividades envolvidas é o Vitória SC, com os vários eventos – Meia-maratona, Minimaratona e Caminhada – a inserirem-se no âmbito do centenário do clube. “Faz todo o sentido o Vitória estar envolvido nesta dinâmica e na dinâmica que tem que ver com o concelho. Será um sinal de força e de vitalidade de Guimarães”, afirmou Armando Guimarães, vice-presidente do Vitória SC.

Percurso homologado e mais atrativo desportivamente

Como já foi referido, o percurso será diferente, estando a ser trabalhado com a Associação de Atletismo de Braga. Nelson Felgueiras explicou que esta mudança, centrando a corrida no centro da cidade, tem como fim causar o mínimo de incómodo possível e também para que “a maior parte do percurso seja acompanhada pelos vimaranenses, e assim dar a envolvência da comunidade”.

Manuel Pacheco, presidente da Associação de Atletismo de Braga, referiu que está a ser prestado apoio técnico na elaboração do percurso, que será “homologado” pelo que as marcas registadas serão oficiais, pensando-se também num “percurso mais apelativo em termos desportivos”.

Outro dos parceiros deste evento organizado pela Câmara Municipal de Guimarães, a Tempo Livre, promete dar o seu “contributo técnico e humano” para que a prova seja um sucesso, vincou Amadeu Portilha.

O mesmo sucesso ambicionado por Joaquim Oliveira, da Associação Paralisia Cerebral de Guimarães, “pioneira das caminhadas no centro da cidade”, que se associa à caminhada com o intuito de angariar fundos para continuar o seu projeto.

25 de setembro será, então dia de Meia-maratona Cidade Berço, e o apelo é simples: “Que todos os vimaranenses se associem e se entusiasmem com esta corrida”, apelou Nelson Felgueiras.