08 fevereiro 2023 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Luís Soares recolhe 87,3% dos votos e é o novo presidente dos Bombeiros

Redação
Sociedade \ sábado, dezembro 03, 2022
© Direitos reservados
Quase três meses após a demissão do anterior presidente, Manuel Castro, a lista única às eleições dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas recolheu 124 dos 142 votos.

Candidato pela única lista formalizada às eleições para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas (AHBVCT), Luís Soares tornou-se este sábado presidente da instituição fundada em 1887.

A lista encabeçada pelo também presidente da Junta de Freguesia de Caldelas e deputado à Assembleia da República recolheu 124 dos 142 votos contabilizados nas urnas (87,3% do total). Registaram-se ainda 16 votos brancos e dois nulos num ato que decorreu entre as 10h30 e as 17h30.

O mais recente ato eleitoral para uma instituição em que o universo de sócios ronda os 5.700 decorreu de "forma tranquila", adiantou ao Reflexo o responsável pela condução da assembleia geral eleitoral, José Luís Oliveira.

Além de Luís Soares, a nova direção da AHBVCT é constituída por Ernesto Soares, bombeiro da instituição desde 1973 e várias vezes comandante em regime de substituição, por Américo Freitas, por António Joaquim Oliveira, por Cristina Marques, por Miguel Sousa e por Ângela Silva.

José Luís Oliveira assume a presidência da mesa da assembleia geral, tendo a seu lado Porfírio Martinho, Raquel Castro Salgueiro e Dionísio Ribeiro. Domingos Marques preside ao conselho fiscal, num órgão que inclui ainda Eduardo Silva e Ana Sofia Teixeira.

As eleições consagraram uma nova direção após consumada a demissão do elenco liderado por Manuel Castro, a 15 de setembro, na sequência de protestos do Corpo Ativo dos AHBVCT. Na apresentação da sua candidatura, a 24 de outubro, Luís Soares prometeu criar condições para se “refletir, conversar e depois caminhar” rumo a uma situação melhor.

"Se os associados entenderam que sou a pessoa capaz de levar avante o projeto, gostaria de ter daqui a três anos a experiência destes presidentes e deixar a instituição melhor do que a encontrei", disse então.