13 julho 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Ferreira de Castro faleceu há 50 anos: exposição e visita assinalam a data

Redação
Cultura \ terça-feira, julho 09, 2024
© Direitos reservados
Está patente uma exposição no Passerelle com fotografias e documentos ao escritor. Na sexta-feira a UNAGUI realiza uma visita às Taipas, evocando a morte de Ferreira de Castro.

O escritor Ferreira de Castro, autor da célebre frase “terra onde a lua fala” faleceu há cinco décadas, no dia 29 de junho de 1974. Visitante assíduo das Taipas, onde passou várias temporadas, acabou por ficar ligado umbilicalmente à vila, onde foi homenageado com um busto.

De forma a assinalar os cinquenta anos do seu falecimento, está patente no Centro Comercial Passerelle uma exposição documental intitulada “Evocar o escritor Ferreira de Castro nos 50 anos da sua morte”.

A exposição, organizada pelo empresário Carlos Marques, está disponível desde o dia 29 de junho, data em que se assinalaram cinquenta anos da morte do escritor, sendo possível visitar de forma gratuita até 20 de julho. O material exposto pertence ao acervo do já referido Carlos Marques.

Na manhã da próxima sexta-feira – dia 12 de julho – a UNAGUI - Universidade do Autodidacta e da Terceira Idade de Guimarães – vai realizar uma visita a Caldas das Taipas, evocando também a morte do escritor. A visita será orientada pelo historiador e professor António José Oliveira.