14 junho 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Assembleia de Freguesia em Ponte muito agitada politicamente.

Redação
Política \ quarta-feira, junho 21, 2017
© Direitos reservados
Esta noite, homenagem ao Presidente da Câmara

A última assembleia de freguesia ordinária do atual mandato ficou ainda marcada pelo cumprimento de um minuto de silêncio na sequência do trágico acontecimento de Pedrógão Grande.
Em termos políticos, a assembleia ficaria marcada pela retirada de confiança política da coligação JpG a alguns dos seus eleitos nas últimas autárquicas.

O presidente da Assembleia de Freguesia, Hermenegildo Encarnação, fez o anúncio na última segunda-feira (dia 19), tendo lido um texto da coligação JpG que lhe foi entregue pelos líderes concelhios de Guimarães do PSD e CDS, respetivamente, César Teixeira e Orlando Coutinho, que se deslocaram a Ponte expressamente para esse efeito.

No referido texto, foi recordado que, em 2013, a coligação Juntos por Guimarães venceu as eleições para a Assembleia de Freguesia de Ponte, retirando o PS do poder, tendo Sérgio Castro Rocha assumido a presidência da Junta de Freguesia. Foi ainda rememorado que, em abril deste ano, na sessão evocativa do 25 de Abril de 1974, a concelhia do PS apresentou oficialmente Sérgio Castro Rocha como seu candidato à Junta de Freguesia de Ponte, tendo apontado esta como a causa próxima para a tomada de posição do PSD e CDS.

Assim, dos membros eleitos para a Assembleia de Freguesia de Ponte em 29 de setembro de 2013, apenas os seguintes continuam a merecer a confiança política da coligação JpG e a integrar o seu Grupo Parlamentar com direito de intervenção na referida Assembleia: Hermenegildo Encarnação; Sérgio Vieira Barbosa; João Oliveira Almeida, Armando de Sousa Mendes e Ana Sofia Santos Mendes.
No período “Antes da Ordem do Dia”, Daniel Salazar, eleito pela CDU, referenciou algumas situações da freguesia e mostrou-se desagradado com a Mesa da Assembleia de Freguesia por não ter cumprido o Regimento quanto ao envio das convocatórias para a Sessão Solene do dia 21 de junho. De imediato, o presidente da Assembleia de Freguesia assumiu o erro apresentando a todos os membros as respetivas desculpas e passado a palavra ao presidente da Junta de Freguesia para que, na área da sua competência, respondesse às questões colocadas pelo eleito da CDU, relativas à gestão do executivo.

Como o presidente da Junta de Freguesia tivesse intenção de se referir ao envio das convocatórias para a sessão solene do dia 21 de junho, o presidente da Assembleia de Freguesia retirou-lhe o uso da palavra. A mesma situação ocorreu com os membros eleitos pela Coligação Juntos por Guimarães entretanto despojados de confiança política, não lhes tendo sido concedido o uso da palavra.

No final da reunião, o presidente da Assembleia de Freguesia solicitou que o executivo e os membros da Assembleia de Freguesia reunissem em privado, desconhecendo-se o motivo ou o assunto aí tratado.

Assembleia extraordinária condecora Presidente da Câmara
É neste ambiente político que decorrerá a sessão solene comemorativa do dia de elevação de Ponte a Vila em que será entregue a Medalha de Honra da Freguesia de Ponte a Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães.

Recorde-se que esta condecoração viria a ser aprovada na Assembleia de Freguesia de Ponte de 28 de abril, tendo-se registado as abstenções do PS e da CDU.

Esta sessão está marcada para o salão paroquial, sito no Largo da Igreja de Ponte, tem início pela 21h e será abrilhantada pela Orquestra do Norte, que atuará no âmbito do programa Excentricidade.