03 fevereiro 2023 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Assembleia de Freguesia aprova Plano e Orçamento para 2023

Redação
Freguesias \ segunda-feira, dezembro 26, 2022
© Direitos reservados
Tratava-se do ponto principal da ordem de trabalhos da última assembleia do ano de 2022. Aprovação ficou marcada pela ausência dos membros do PSD que já tinham abandonado o plenário no ponto anterior.

O presidente da Junta de Freguesia começou por referir que, por opção, o executivo não tem cumprido com as despesas de capital previstas. Essa estratégia tem permitido avançar com obras que não seriam possíveis concretizar durante um ano, como foi o caso da Praia Seca e da requalificação do mercado.

Para o próximo ano, referiu, existem algumas obras que a Junta não consegue suportar sem o apoio da Câmara, como será o caso das bolsas de estacionamento, da biblioteca e da paragem dos autocarros. “Podemos fazer os projetos, mas a Câmara terá de suportar a sua concretização. Também só avançaremos para os mesmos se tivermos a certeza que a Câmara pode garantir esse investimento”, afirmou Luís Soares.

Na assembleia realizada a 22 de dezembro, foi referido que já estava concluído o mapeamento de todas as árvores da vila e que o estudo será apresentado brevemente. Trata-se de um trabalho desenvolvido internamente por José Fonseca e só em três freguesias do país existirá algo do género. Luís Soares, ainda na apresentação do plano e orçamento para 2023, deu conta que existe uma verba de 50 mil euros para a reabilitação da Ribeira da Canhota, entre os Banhos Velhos e o parque de campismo. A Junta irá, em 2023, avançar com a pavimentação de algumas ruas, caso da Quintã, da Boavista e da Travessa do Montinho, bem como a reabilitação de alguns passeios. Para cumprir em 2023 será também concretizado o monumento para comemorar o centenário do CC Taipas. Algo que não será concretizado a curto prazo será a nova biblioteca, mas avançar-se-á para uma intervenção no espaço da Junta de Freguesia com a instalação de painéis solares.

 

Parque das Levadas e Bolsas de estacionamento

Luís Soares avançou que no orçamento de 2023 está a criação do parque das Levadas. Assegurou que o terreno já é do município e que, em colaboração com o Laboratório da Paisagem, vão avançar com um parque radical, um parque infantil, uma zona para a ecovia do Ave e ainda uma de lazer mais tranquila.

Quanto às bolsas de estacionamento, o presidente da Junta referiu que existe um estudo concluído há mais de seis meses, para o espaço na Matinha, para a Travessa Cristóvão dos Reis junto à Turitermas e para a rua Professor Manuel José Pereira (atrás do Diplomata). Como assegurou, são três espaços que permitirão a criação de cerca de duzentos novos lugares de estacionamento.

 

A feira irá apostar no alargamento da zona dos legumes

Sobre a feira, Luís Soares referiu que a Junta de Freguesia pretende alargar o espaço dedicado aos legumes, pois entende que o futuro da feira passa pela aposta neste setor.

Quanto às taxas, reconheceu existir uma quebra, mas com a alteração do regulamento da feira aprovado na última Assembleia Municipal, poder-se-á imprimir uma outra dinâmica na sua gestão.

Por outro lado, as taxas dos bares do antigo mercado e da Paria Seca permitiram colmatar e terão mesmo superado a quebra das taxas da feira.