05 dezembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

As ideias de Gil Leitão (IL) para o norte do concelho

Tiago Dias
Política \ sexta-feira, setembro 24, 2021
© Direitos reservados
As principais ideias para o norte do concelho de Gil Leitão, candidato do Iniciativa Liberal à Câmara Municipal de Guimarães.

Pela primeira vez candidata à Câmara Municipal de Guimarães, a Iniciativa Liberal defende a implementação da ferrovia pesada para ligar o concelho a Braga e à Galiza, a “implementação urgente de um só título de transporte” para todo o concelho, com intermodalidade para serviços de autocarros de outros municípios, e o descongestionamento da Estrada Nacional 310, através de um novo nó de acesso à A11, em Campelos, e de uma nova ponte sobre o Ave, para servir o parque industrial de Vila Nova de Sande. Quanto à “esgotadíssima” EN101, Gil Leitão propõe o alargamento da reta de Toriz ao trânsito no sentido Taipas-cidade, a criação de faixas dedicadas a autocarros e ciclovias e a implementação de rotundas ou semáforos para controlo de tráfego nos centros urbanos das Taipas e de Ponte.

A propósito do centro cívico das Taipas, os liberais vincam que a requalificação em curso “peca por descurar por completo as preocupações dos taipenses no acesso ao mesmo”, face à “quase total ausência de estacionamento”. “Essa situação deveria ter sido acautelada logo aquando do projeto, tal como sugerido pelos taipenses. Não se deve tentar pressionar agora os privados a resolver um problema que a Câmara criou por pura cegueira ideológica”, reitera Gil Leitão. Já o centro cívico de Ponte “deve crescer para a EN101”, refere a candidatura.

Já a política ambiental deve privilegiar a “qualidade da água e das margens do Rio Ave”, através da “integração da sociedade civil e empresarial” e da “vigilância mais ativa do respeito das normas ambientais”, afirma a IL. O partido defende ainda a criação de “recintos de acesso livre para a prática de desporto coletivo”, aliada à “promoção do desporto escolar” em articulação com os clubes locais.

Para os liberais, a Câmara Municipal deve “primeiro alcançar o estatuto de praia fluvial” para depois utilizar a ecovia do Ave como elo de ligação entre as praias fluviais que possam vir a surgir no concelho. A autarquia deve igualmente elaborar um plano para que os turistas que se deslocam a Guimarães possam “pernoitar na cidade e conhecer todo o concelho”, inclusive as termas das Taipas e os núcleos castrejos, reitera Gil Leitão. Os liberais frisam ainda que os núcleos castrejos devem “manter-se livres de qualquer teleférico”.