16 maio 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Aquisição de terrenos para bolsas de estacionamento

José Henrique Cunha
Política \ quinta-feira, abril 22, 2021
© Direitos reservados
Foi esta a proposta de recomendação à Câmara Municipal de Guimarães que o Partido Socialista apresentou na última sessão ordinária da Assembleia de Freguesia, a qual foi aprovada por maioria.

Na proposta é recomendada uma rápida intervenção do Município na aquisição de terrenos que permitam a criação de bolsas de estacionamento, considerado imprescindível ao desenvolvimento da vila.

Com a intervenção na Alameda Rosas Guimarães quase concluída, os socialistas entendem que se torna necessário uma zona de estacionamento de apoio aos equipamento públicos, comércio e serviços aí existentes, dado que, é esperado um aumento na fruição daquela área com a Alameda recuperada, sendo ainda referido, que a Ecovia do Ave trará também mais pessoas para usufruir da zona ribeirinha.

No documento submetido a votação, os socialistas lembram que já são conhecidos naquela zona os problemas de estacionamento no verão, prevendo que os mesmo sejam agravados com a criação de uma nova praça no fundo da Alameda, que diminuirá o número de lugares disponíveis.

Outro local identificado como problemático, foi a zona das termas que sofrerá também uma diminuição de lugares para estacionamento, provocada pela reposição a céu aberto da Ribeira da Canhota.

Quanto à zona central da vila, o aparecimento de uma grande praça pedonal, torna evidente a necessidade de se criar uma área de estacionamento. O Partido Socialista sugere localizar este espaço junto ao local onde está previsto o parque urbano da vila, entre a Rua Comandante Carvalho Crato e a Rua Professor Manuel José Pereira.

Na opinião dos socialistas estes locais serão complementares ao recinto da feira, já muito utilizado para estacionamento. 

A coligação Juntos por Guimarães sinalizou a sua concordância à proposta, primeiro, na voz do seu líder, Manuel Ribeiro, e depois pelo membro Constantino Veiga, contudo, este último, teceu criticas à atuação do executivo da Junta de Freguesia pelo facto deste projeto ser datado de 2012 e de há muito estar identificado este problema de estacionamento, e por isso, não percebe que só agora, quando o projeto já está no terreno e a Alameda Rosas Guimarães em fase de conclusão, o Partido Socialista venha com esta proposta, perguntando o que andou a fazer o executivo até agora, lamentando o que considera a falta de acompanhamento e fiscalização das obras em curso.

O presidente da Junta de Freguesia, Luís Soares, deu nota que a atual oposição, Juntos por Guimarães, traz uma novidade no debate político que é criticar o executivo por apresentar obra. Lembrou que o Partido Socialista apresentou vários contributos no devido tempo, quer para o projeto do centro cívico, de 2012, quer para a requalificação da Alameda Rosas Guimarães, de 2017, nomeadamente, para a questão do estacionamento, fazendo notar que isso está documentado, ao contrario da coligação que foi poder precisamente entre 2012 e 2017, não havendo qualquer registo de contributos e opções que tenham sido apresentados.

A proposta foi aprovada por maioria com uma única abstenção de Constantino Veiga.