29 novembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Taipas candidata ao Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente para reabilitar margem do Rio Ave

Redação
Sociedade \ terça-feira, junho 23, 2020
© Direitos reservados
A Junta de Freguesia de Caldelas, juntamente com a Brigada Verde da vila, apresentaram a candidatura ao Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, tendo como intuito valorizar o território e o seu capital natural, através da conservação, proteção e promoção da biodiversidade existente.

Um dos principais pilares desta iniciativa levada a cabo pela junta de freguesia é “a “reabilitação da margem direita do rio Ave e das ribeiras da Canhota e Ribeira da Agrela, que atravessam a freguesia. A dotação máxima do Fundo Ambiental afeta ao aviso é de 500 mil euros, podendo as ações serem financiadas até 70% do orçamento da candidatura”, informa a junta de freguesia.

Esta candidatura é feita em parceria com o Laboratório da Paisagem de Guimarães, contando, por isso com três especialistas da área ambiental na sua equipa técnica.

Na mesma nota é dado conta que este fundo foi criado em 2020, sendo que o 1º lugar a nível nacional no galardão de Eco-Freguesia XXI e a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, assim como as cinco Eco-Escolas da vila são pontos favoráveis à candidatura das Taipas a este fundo que tem como finalidade a prossecução dos objetivos de sustentabilidade ambiental e o apoio de políticas ambientais ao nível local.

As candidaturas foram submetidas até ao dia 19 de junho, sendo que a primeira lista de resultados será conhecida no prazo de 45 dias.