23 outubro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Sete freguesias do norte do concelho são “eco”. Taipas é de “ouro”

Redação
Freguesias \ terça-feira, junho 22, 2021
© Direitos reservados
No norte de Guimarães, há agora sete autarquias com a distinção de eco-freguesia XXI. Em 2019, tinham sido três. A pontuação das Caldas das Taipas foi a terceira melhor a nível nacional.

Dois anos depois de Caldelas, Ponte e Longos terem alcançado o estatuto de eco-freguesia XXI pela parte da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), neste ano foram sete as freguesias do norte do concelho de Guimarães a obterem essa distinção.

Brito, Barco, São Martinho de Sande e a União de Freguesias de Souto (Santa Maria), Souto (São Salvador) e Gondomar juntaram-se ao lote, na sessão decorrida na segunda-feira, em Pombal, que contou com a presença do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e do Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho. O município de Guimarães contabilizou, no total, 23 eco-freguesias.

A Junta de Freguesia de Caldelas obteve a menção “ouro”, com um índice de 94,28%, o melhor de todos entre as autarquias vimaranenses galardoadas. Apesar de terem melhorado face a 2019 (índice de 87,1%), as Taipas cotaram-se como a terceira mais bem pontuada a nível nacional, quando haviam sido a primeira em 2019.

Em comunicado publicado na rede social Facebook, a Junta de Freguesia realçou que a distinção, atribuída pela segunda vez, continua a “premiar as boas práticas nos domínios social, económico e ambiental” dos taipenses e das instituições da freguesia.

A autarquia presidida por Luís Soares, que marcou presença na cerimónia, vincou ainda que, apesar da população estar no “bom caminho”, é “importante” cada fazer “a sua parte” e estar “disposto a ir na direção da responsabilidade ambiental”.

Além do galardão atribuído à Junta, as Taipas viram ainda os cinco estabelecimentos de ensino da vila receberem o galardão de eco-escola e a família da cidadã Eduarda Ferreira obter o terceiro lugar no concurso eco-famílias XXI 2020.

Além da Junta de Caldelas, também Brito e Barco reagiram ao galardão. A Junta de Freguesia de Brito alcançou a menção “prata”, com um índice de 82,64%, e destacou o “trabalho de uma equipa empenhada em prol da sua comunidade”. Barco, por seu turno, registou um índice superior a 70%, obtendo igualmente a menção “prata”.