13 abril 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Número de atletas federados cresce 8,5% no concelho na época 2022/23

Redação
Desporto \ segunda-feira, setembro 25, 2023
© Direitos reservados
Desporto adaptado e judo impulsionam aumento do número de praticantes para os 8.776. Prática feminina aumentou quase 15%, com o número de atletas na patinagem artística quase a duplicar.

O concelho de Guimarães terminou a época 2022/23 com 8.776 atletas federados, número que representa um crescimento de 8,5% face a 2021/22. O desporto adaptado foi a área onde se registou o maior crescimento (362%), dos 32 para os 148 atletas, seguido do judo (+47%), da ginástica (+38%) e do ciclismo (+20%), três modalidades com mais 200 praticantes, adianta um relatório do Centro de Estudos do Desporto de Guimarães (CEDG), associado à cooperativa Tempo Livre.

O género masculino representa 81% dos praticantes (7.089) e o feminino 19% (1.687), apesar do crescimento de quase 15% na prática feminina. Entre o desporto feminino, a patinagem artística, oferecida pelo CART e pela Academia de Patinagem de Guimarães, apresentou o maior crescimento relativo entre as modalidades: 94,83%.

Ainda assim, a modalidade mais praticada pelas mulheres é a ginástica, com 225 praticantes, seguida do futebol, com 250, e do voleibol, com 200, acima da patinagem (110), do andebol (95), do atletismo (78), do futsal (72) e do karaté (67).

Em termos percentuais a maior prevalência de prática feminina, verifica-se na Patinagem Artística com 94,83%, seguido da Ginástica (88,85%), Voleibol (84,39%), Rope Skipping (55,81%) e Desportos Equestres (52,94%).

Ao nível das modalidades mais praticadas, o futebol com 324 novos praticantes, reforçou o seu estatuto em Guimarães onde agrega quase 50% dos praticantes desportivos. Atualmente tem 4.128 praticantes, seguido do Ciclismo (504), Futsal (402), Andebol (344), Judo (296), Ginástica (287), Ténis (273), Atletismo (267), Karaté (239) e Tiro com Armas de Caça (238).

Verifica-se uma diminuição da diferença percentual entre a prática masculina e a prática feminina, embora como se tenha verificado nos anos anteriores, ainda muito distante dos valores observados a nível nacional, onde perto de 30% dos praticantes são mulheres.

Relativamente à análise por escalão regista-se um elevado aumento de praticantes federado nos escalões Sub-10/11, com mais 332 praticantes. Observa-se também, à semelhança do que foi aferido nos estudos anteriores, que a maior diminuição de praticantes acontece entre o escalão Sub-16/17 e o escalão de Juniores.

Este estudo anual que afere o número de praticantes federados no concelho de Guimarães, foi realizado entre os meses de março e julho de 2023, procurando harmonizar o enquadramento de praticantes por escalões de referência, aproximando o mais possível a leitura estatística da realidade e especificidade de cada modalidade, e está disponível para consulta no site da Tempo Livre.