02 julho 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Piscinas reabrem a 09 de junho. Objetivo é voltar às receitas pré-pandemia

Tiago Dias
Economia \ quarta-feira, junho 08, 2022
© Direitos reservados
A temporada de usufruto dos equipamentos prolonga-se até 18 de setembro, com a Taipas Turitermas à espera de reverter as quebras de receitas dos últimos dois anos.

O complexo de piscinas de verão e o parque de campismo reabrem a 09 de junho, em véspera de feriado, para uma temporada que se prolonga até 18 de setembro. E o desígnio da Taipas Turitermas é que a afluência e a faturação se aproximem dos “patamares pré-pandemia”, assume ao Reflexo o recém-empossado diretor executivo, Vítor Pais. “As nossas expetativas são as de chegar a valores próximos dos de 2019”, vinca.

Com a covid-19 e as “limitações impostas pelos planos de contingência”, a afluência às infraestruturas de lazer baixou, assim como as receitas. Depois dos 82 mil euros de 2019, as piscinas arrecadaram 50 mil euros em 2020 e 61 mil no ano passado. No campismo, nem sequer houve retoma entre o primeiro e o segundo ano da pandemia, ainda que a quebra face a 2019 tenha sido mais ligeira: os 17.500 euros de há três anos converteram-se em 15.700 euros em 2020 e em 14.200 euros no verão anterior.

Alvo de “melhorias pontuais de manutenção”, os equipamentos abrem e fecham nos mesmos dias, por funcionarem numa “lógica integrada” que visa fixar por mais tempo aqueles que se deslocam às Taipas. “A ideia é que as pessoas, principalmente as que vêm de fora, possam ter acesso às piscinas, ao campismo, ao spa e às próprias termas, ficando por algum tempo”, frisa o responsável pela cooperativa.

A segurança é o outro aspeto que merece atenção quando as piscinas e o campismo estão prestes a voltar ao ativo: “Uma das coisas em que a piscina difere de outras eventuais ofertas tem a ver com o sentimento de segurança de que usufruem as pessoas. Temos os vigilantes e os nadadores-salvadores. Temos condições de segurança que dão garantias”, sublinha Vítor Pais.