28 novembro 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Paulo Fernandes é o novo comandante da GNR: “Escolhi vir para as Taipas”

Bruno José Ferreira
Sociedade \ quinta-feira, novembro 17, 2022
© Direitos reservados
O sargento-ajudante Paulo Fernandes sucede a Raul Costa no cargo, contando no currículo com 28 anos de serviço na Guarda.

O Posto Territorial de Caldas da Guarda Nacional Republicana (GNR) tem, desde o dia 12 de setembro, um novo comandante. O sargento-ajudante Paulo Fernandes sucede a Raul Costa no cargo, contando no currículo com 28 anos de serviço na Guarda. Ao Reflexo assume que foi sua escolha vir para as Taipas, pretendendo permanecer vários anos neste posto territorial que serve 12 freguesias.

“Foi minha escolha vir para aqui, para o posto das Taipas. Trata-se de um local aprazível e tenciono ficar durante uma larga temporada, o que é bom para mim – cria estabilidade – e é bom para a comunidade, porque é mais fácil desenvolver e dar continuidade ao trabalho realizado”, aponta. Paulo Fernandes chega ao Posto da GNR das Taipas depois de ter desempenhado funções de chefia da Subsecção de Recursos Humanos do Comando de Braga, tendo no seu percurso passado por vários postos, quer territoriais quer fiscais. Especializado no âmbito fiscal, tendo já comandado dos postos fiscais do aeroporto de Lisboa e também do Porto, o novo comandante da GNR das Taipas liderou também o posto de Vila das Aves e de Fafe.

Nas Taipas, abraça “esta missão com boas perspetivas”, assumindo como objetivo dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no posto. “A longo prazo o objetivo passa por dar continuidade ao que já vinha a ser feito, e, se possível, melhorar: melhorar as condições do posto, que temos as necessárias, e acima de tudo zelar pela segurança dos cidadãos para terem um sentimento de segurança na comunidade”, vinca.

A nível de recursos, o sargento-ajudante considera que nas Taipas “há o necessário para o cumprimento da missão”, ainda que sempre com a intenção de melhorar. “Tanto a nível físico como a nível humano temos o que é necessário. O comando está atento, em colaboração com as entidades públicas, existe algum esforço nesse sentido de melhorar, há alguns focos devidamente sinalizados, estamos atentos e vamos com toda a certeza melhorá-los. Tem de ser a longo prazo, a minha estadia também vai ser a longo prazo”, aponta Paulo Fernandes.

De resto, o sargento-ajudante que comanda a GNR das Taipas diz que está a ambientar-se e a conhecer a zona de intervenção do posto territorial. “Não conhecia este território nem o posto, nomeadamente as doze freguesias que temos missão de policiamento. É uma área bastante considerável, tem muito movimento até pelas artérias de ligação à Póvoa de Lanhoso e entre Braga e Guimarães; é uma zona dormitório destes dois grandes centros”, explica o novo comandante.

Com origens transmontanas, Paulo Fernandes tem 50 anos de idade e completa a 12 de novembro dois meses à frente dos destinos do Posto Territorial de Caldas das Taipas da Guarda Nacional Republicana