25 outubro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Município apoia famílias carenciadas para o ensino à distância

Redação
Cultura \ quarta-feira, fevereiro 03, 2021
© Direitos reservados
O Município, em articulação com as escolas, prepara-se para o regresso do ensino à distância na próxima semana, a 8 de fevereiro. Adelina Pinto acredita que estão reunidas todas as condições para garantir o ensino à distância a todos os alunos.

A Câmara de Guimarães encontra-se, juntamente com as escolas, a preparar o regresso do ensino à distância, a atuar a partir do próximo dia 8 de fevereiro.

A Vereadora da Educação, Adelina Pinto, abordou o apoio que deve ser prestado aos alunos e às escolas nesse âmbito.

“A nossa resposta tem de ser diferenciada e não podemos limitar-nos às necessidades básicas. As nossas crianças e jovens precisam de continuar a ter acesso aos livros, à cultura, às artes e por isso continuam a ser preparados conteúdos digitais que continuem a estimular as nossas crianças e a prepará-los para um mundo que vai ser mais exigente e vai precisar de mais competências transversais!” refere a Vereadora da Educação.

Nesse sentido, o Município prepara-se para fazer um levantamento das necessidades de equipamentos ou internet por parte dos alunos. Este tipo de iniciativa de apoio de material ao estudante já foi implementado no período de confinamento de Março, onde se procedeu à aquisição de 500 computadores e cerca de 500 tablets para o 1º ciclo e à atribuição de um subsídio de 12 500 euros.

Além disso, estão ainda asseguradas as refeições escolares a todos os alunos com escalão, assim como a todos os que comprovem vulnerabilidade social. Neste período de interrupção das aulas estão a ser servidos cerca de duas centenas de almoços diários, no universo dos 14 agrupamentos escolares do concelho. As refeições são entregues nas escolas ou, para quem não tiver possibilidade, o Município assume a entrega em casa. Para os alunos do 1.º ciclo será ainda disponível o lanche ou reforço alimentar.

Para complementar a oferta social e educativa, o Município dispõe ainda de sistemas de aprendizagem nas plataformas digitais, como a Mais Cidadania, ou Hypatiamat, e ainda atividades à distância, no âmbito das AEC, AAAF e CAF’s, reforçando o papel das Artes e do Desporto.