26 maio 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Campelos celebra música religiosa a partir de um nativo: Miguel Carneiro

Redação
Cultura \ sexta-feira, maio 05, 2023
© Direitos reservados
Alexandre Gonçalves, professor do Conservatório de Guimarães, vai interpretar várias obras do padre católico nascido naquela localidade, em Ponte, após residência artística promovida desde fevereiro.

A inquietação sobre o papel dos compositores foi impulso para uma residência artística que visou aproximar um dos compositores litúrgicos mais importantes do país – Miguel Carneiro, sacerdote católico – e os habitantes da sua comunidade de origem, Campelos, na vila de Ponte.

A residência artística que decorreu entre fevereiro e maio culmina esta sexta-feira no evento “Ainda existem compositores? À conversa com o Pe. Miguel Carneiro”. A partir das 21h30, o auditório do Centro Social e Recreativo de Campelos é palco de uma entrevista com momentos musicais, com um coro e elementos da comunidade, para se “perceber melhor o que é um compositor, como é o seu processo criativo, as suas inspirações e conhecer com maior profundidade o seu percurso pessoal, eclesiástico e artístico”, lê-se na nota de apresentação da iniciativa.

A interpretação de várias obras de Miguel Carneiro, dos mais diferentes estilos, géneros e categorias, é “também uma homenagem a uma figura incontornável da música portuguesa contemporânea”, acrescenta. Essa interpretação estará a cargo de Alexandre Gonçalves, professor no Conservatório de Guimarães, no departamento de Ciências Musicais, e diretor artístico do Grupo Coral de Ponte desde 2019.

O músico tem igualmente realizado trabalhos de investigação, nomeadamente do espólio musical da Insigne e Real Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira e do espólio musical da Sociedade Musical de Guimarães.