05 dezembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Instalação dos órgãos autárquicos em Caldelas

Redação
Política \ terça-feira, novembro 19, 2013
© Direitos reservados
A continuação da reunião do passado dia 18 de Outubro, para instalação dos órgãos autárquicos de Caldelas, realiza-se esta Quarta-feira.

Os eleitos das diferentes forças políticas em Caldelas, voltam a reunir-se esta Quarta-feira, para a instalação do novo Executivo da Junta de Freguesia de Caldelas e respectiva Mesa da Assembleia de Freguesia. A continuação da reunião iniciada a 18 de Outubro e que inviabilizou uma primeira proposta de formação de Executivo apresentada por Constantino Veiga, está agendada para as 21.30 horas, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários das Taipas.

Desde essa altura, este processo conheceu diversos episódios: primeiro, foi Constantino Veiga a indicar Manuel Ribeiro e Armando Marques para o representar nas conversações sobre o assunto. Seguiu-se uma posição de Paulo Pereira, negando ter assumido qualquer compromisso com Veiga para formação do executivo local. Uns dias volvidos, Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães e da concelhia do PS vimaranense, fez uma declaração pública dando conta da intenção do seu partido viabilizar qualquer proposta apresentada pela Coligação Juntos por Guimarães. A esta declaração, André Coelho Lima, presidente da estrutura concelhia do PSD reagiu com agrado e surpresa, enquanto foi continuando a liderar as conversações que entretanto colocou no terreno com a CDU taipense.

A 14 de Novembro, Paulo Pereira divulga a sua renúncia ao mandato para que havia sido eleito a 29 de Setembro. No dia seguinte de manhã, o PS Taipas dá conta da sua disponibilidade para retomar as conversações e, ao final da tarde, Coligação Juntos por Guimarães e CDU, promovem uma conferência de imprensa conjunta onde firmam um protocolo de entendimento para a viabilização dos órgãos autárquicos da freguesia de Caldelas.

A reunião desta Quarta-feira poderá marcar o fim de todo este processo, que se arrasta há precisamente um mês.