29 fevereiro 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Indústria das cutelarias cravada no novo chão do centro da vila

Redação
Sociedade \ terça-feira, janeiro 30, 2024
© Direitos reservados
Placas metálicas colocadas na calçada com símbolos antigos que eram usados nas peças de cutelaria. Simbolizam a ligação taipense a esta indústria.

A indústria das cutelarias, uma marca forte de Caldas das Taipas, está a ser representada no centro da vila através da colocação de símbolos alusivos a esta arte entre as pedras da nova calçada do centro cívico.

Alguns símbolos medievais, que eram usados para marcar as peças de cutelaria, foram colocados em peças metálicas no chão, de forma a simbolizar a ligação existente entre a comunidade e este ramo de atividade.

Esta iniciativa, de colocar os símbolos, partiu de Carlos Marques, na sequência da discussão pública referente à intervenção que está a ser levada a cabo no centro das Taipas, que sugeriu à Câmara Municipal de Guimarães, em 2017, várias possibilidades para associar a tradição taipense nas cutelarias ao renovado centro.

A colocação dos símbolos no chão – sendo já de resto visíveis em alguns locais – foi uma dessas sugestões, sendo bem acolhida por Marta Labastida, arquiteta que projetou esta a requalificação do centro das Taipas.

Pode ficar a saber mais sobre esta iniciativa na próxima edição do Jornal Reflexo, de fevereiro de 2024, que vai para as bancas esta quarta-feira. Num artigo de opinião Carlos Marques explica como se desenrolou o processo, sendo ainda o destaque desta edição reformulação do centro da vila.