29 novembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Exames Nacionais deixam de ser em papel até 2025

Carolina Pereira
Educacao \ quinta-feira, maio 20, 2021
© Direitos reservados
O Plano de Recuperação e Resiliência prevê um investimento de 12 milhões de euros para se cumprir a desmaterialização da avaliação externa até ao final de 2025.

O objetivo é que, aos poucos, provas e exames nacionais deixem de ser feitos em papel, cumprindo a perspetiva de serem totalmente realizados em formato digital até 2025, como avança o Jornal de Notícias (acesso pago) na edição desta quinta-feira. Esta medida — que já começou a ser implementada — consta do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e prevê um investimento de 12 milhões de euros para se cumprir a adoção de processos desmaterializados.

O propósito é precisamente “Adotar processos desmaterializados de elaboração, distribuição, aplicação, realização e classificação das provas de avaliação interna e externa”, lê-se no plano citado pelo JN, estimando-se que o investimento permitirá aumentar “de forma gradual o número de provas abrangidas” . Este ano, os testes dos 3.º, 6.º e 9.º ano para aferir o impacto do ensino à distância já foi feito de forma digital.

Para que seja possível, vai existir um maior acompanhamento e educação ao nível da literacia digital, criando-se mudanças nas componentes letivas, a começar pelo “aprofundamento” das TIC no ensino básico e a “integração de áreas de competências digitais” no básico e secundário.