28 maio 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Distrito sem representação no governo é um “falhanço” da distrital do PS

Redação
Política \ sábado, abril 09, 2022
© Direitos reservados
Ricardo Costa enviou comunicação aos socialistas do distrito, lamentando a ausência de representação no governo. Corrente do candidato à concelhia de Guimarães prepara também alternativa distrital.

O facto de “não constar qualquer cidadão do distrito de Braga” no atual governo é considerado por Ricardo Costa como um “falhanço” da atual liderança da Federação Distrital de Braga do Partido Socialista (PS).

Numa comunicação aos socialistas do distrito, o candidato à concelhia de Guimarães refere que esta ausência é reflexo do “não reconhecimento nacional dentro e fora do PS” por parte da liderança de Joaquim Barreto. Recorde-se que Ricardo Costa foi candidato à presidência da Federação Distrital do PS, tendo perdido a corrida interna no distrito.

Explicando que “o futuro próximo e as suas áreas prioritárias de intervenção exigem uma integração e um desenvolvimento territorial equitativo”, Ricardo Costa diz que “cabe, agora, aos deputados que elegemos pelo nosso distrito, em número considerável, nas últimas eleições legislativas, a responsabilidade e o desafio maiores de lutar pelo nosso território e pelas nossas gentes”. 

Face a este cenário, o ex-vereador municipal da Câmara Municipal de Guimarães considera fundamental que “o PS seja capaz de criar fóruns, convenções e outras iniciativas de abrangência, capazes de aproximar os governantes e os nossos deputados dos militantes, dos simpatizantes e da sociedade civil, procurando o reforço político e democrático do nosso programa”.

Apesar de não estar expresso na comunicação enviada aos militantes, o movimento liderado por Ricardo Costa está a preparar uma lista candidata à Federação Distrital de Braga do PS, uma corrente alternativa à que lidera atualmente os destinos no distrito.