17 setembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Coligação Juntos por Guimarães quer citânia elevada a Património Mundial

Redação
Cultura \ quarta-feira, setembro 15, 2021
© Direitos reservados
O candidato à Câmara Municipal, Bruno Fernandes, prometeu candidatar o núcleo proto-histórico à distinção da UNESCO durante a apresentação das propostas para a educação e para a cultura.

Guimarães é um território ligado à distinção de Património Mundial da Humanidade desde 2001, com a classificação do seu centro histórico, mas a coligação Juntos por Guimarães considera que a Citânia de Briteiros, a norte do concelho, pode também obter esse estatuto.

Durante a apresentação das propostas para a educação e para a cultura no âmbito das Eleições Autárquicas, Bruno Fernandes anunciou a intenção de candidatar o povoado castrejo, ocupado principalmente no primeiro milénio antes de Cristo e nos séculos I e II depois de Cristo, à UNESCO.

Escavada desde 1874, face à iniciativa de Francisco Martins Sarmento, a citânia distingue-se, por exemplo, pelos bairros e ruas da Idade do Ferro, na encosta nascente, pelo espaço circular com bancos de pedra que serviu de “casa do conselho”, uma espécie de senado local, e também pelo Balneário Sul, com a sua pedra formosa.

Na conferência de imprensa decorrida, o rosto da coligação entre PSD e CDS-PP assumiu ainda querer afirmar o papel de Guimarães não só como berço de Portugal, mas também da “lusofonia”, criar um Gabinete Municipal de Apoio às Artes e Associações, que preste ajuda em concursos, ações de formação e obtenção de “bolsas nacionais e internacionais, bem como um Conselho Municipal para a Cultura, que reúna os vários agentes culturais e estabelecimentos de ensino do concelho.