23 junho 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Vasco Marques: trabalho da comissão valoriza património do CC Taipas

Redação
Desporto \ sexta-feira, novembro 17, 2023
© Direitos reservados
Porta-voz da Comissão do Centenário enaltece o trabalho de quem recolheu fotografias, atas e fichas de jogo para documentar os primeiros 100 anos do clube.

Quando caminha a passos largos para atingir os 100 anos – a efeméride dá-se na próxima quinta-feira -, o Clube Caçadores das Taipas homenageou, durante a Gala do Centenário, realizada em 04 de novembro, alguns dos jogadores, treinadores, dirigentes e pessoas mais marcantes na sua história, desde Alfredo Fernandes a Vanessa Marques, de Zé Pequeno e Mora até César Peixoto, Zé Manuel e Moreno, de Marquesinho e Jorge Gonçalves até Fernando Sousa, de Juanico “pai” e Juanico “filho” até aos irmãos Batista Ribeiro – João e Dom Camilo.

Essas homenagens resultaram de um trabalho de pesquisa que o porta-voz da Comissão Organizadora do Centenário do CC Taipas, Vasco Marques, agradeceu no seu discurso. “Ao fazer este trabalho, falamos com centenas de pessoas, e recolhemos centenas de documentos, desde fotografias, atas, fichas de jogo, etc. Este também é um trabalho que ficará no património do Clube, e é de capital importância: documentar a história dos primeiros 100 anos do Clube Caçadores das Taipas”, vincou.

O responsável agradeceu a recetividade das pessoas contactadas nesse trabalho e frisou que as homenagens resultaram de um estudo com “o rigor e critério possível, muitas vezes com décadas de distância e sem documentos oficiais”. A comissão também não quis fazer distinções como a do melhor 11 de sempre, do melhor treinador ou do melhor jogador. “Seria sempre subjetivo, e injusto aos olhos de muitos, e não há qualquer motivo para colocar em competição todos aqueles que pertencem a esta grande família, à mesma família, que é o Clube Caçadores das Taipas”, proferiu.