23 maio 2024 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

50 anos a formar e a inovar: “melhor escola de Guimarães”, retrato em livro

Bruno José Ferreira
Educacao \ terça-feira, março 07, 2023
© Direitos reservados
O verter dos 50 anos da Escola Básica das Taipas em livro teve música, dança e performances, para além de história. Sarau Cultural lotou o auditório com as bases da escola: a comunidade.

A abertura da Escola Básica das Taipas, no início escola preparatória, foi um “marco importantíssimo para todos os taipenses”. Meio século volvido, assinalam-se cinquenta anos da implementação da escola com a publicação do livro “50 anos a formar e a inovar”.

Ex-aluno e ex-professor da escola, António José Oliveira apresentou esta segunda-feira a “magnífica obra”, na qual em 132 páginas com 67 artigos de vários autores é explanada a história da “primeira escola do 1.º ciclo preparatório criada fora da Cidade de Guimarães”.

A apresentação do livro foi feita numa cerimónia com vários momentos, sendo que o atual diretor, João Montes, salientou que se assinala “meio século de história cavado na dedicação e resiliência de professores, assistentes operacionais, alunos, pais e toda a comunidade escolar”, sendo esta uma história “alicerçada naqueles que, ao longo dos tempos, foram o seu suporte humano”.

Luís Soares, presidente da Junta de Freguesia de Caldelas e ex-aluno da Básica das Taipas, agradeceu “o contributo que a escola tem dado à comunidade” lançando o desafio para que cada um pensasse “o que seríamos, individualmente e coletivamente, se esta escola não existisse”. “Eu seria diferente, seria pior e menos feliz”, respondeu, vincando que “graças ao município estamos perante uma das escolas mais bem preparadas para a sua função”.

Em representação do município, a vice-presidente e vereadora com o pelouro da educação, Adelina Pinto, referiu que a escola onde começou a dar aulas “é uma escola diferente”. “Na parte física é a melhor escola e a que teve maior investimento. Mas não é disso que se trata: estamos a falar de 50 anos de um ADN muito vincado”, atirou, sustentando que estamos perante “a melhor escola do concelho de Guimarães”.

O Sarau Cultural contou com momentos musicais da orquestra juvenil da Banda Musical das Taipas, o coro da Conservatória de Guimarães, e também com performances dos Molinhas – Clube de Rope Skipping das Taipas e do Grupo de Atividades Rítmicas Expressivas.

Rosário Abrantes, principal rosto da comissão da celebração dos 50 anos da Escola Básica das Taipas, destacou que neste evento, que passou por vários espaços da escola, contou com o seus principal pilar: a comunidade. "Esta comunidade tem sorte pela escola que tem", finalizou.