08 dezembro 2021 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Projeto ambicioso da Escola Hotel da Quinta do Costeado

Redação
Sociedade \ segunda-feira, janeiro 11, 2021
© Direitos reservados
Investimento nunca será inferior a 5 milhões de euros e esta obra requalificará urbanisticamente a zona da Quinta do Costeado.

A reunião de câmara desta segunda-feira, a primeira do ano, foi palco para a apresentação ao executivo municipal do projeto da Escola Hotel que será instalada na antiga Quinta do Costeado, entre o Guimarães Shopping e a Circular Urbana de Guimarães.

Este projeto, que será implementado pelo IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), prevê a instalação em Guimarães de uma Escola Hotel que, como o próprio nome indica, proporcionará oferta educativa superior no âmbito do turismo e da restauração a vários níveis.

Na Quinta do Costeado será construído um novo edifício de raiz, um edifício sustentável do ponto de vista ambiental e composto maioritariamente por madeira, onde será instalada a vertente educativa, e no edifício existente, que vai ser requalificado, será instalada a vertente de hotel e hotelaria que estará aberta ao público.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, referiu no final da reunião o município fará um investimento avultado neste projeto, “nunca inferior a 5 milhões de euros”, ainda que seja prematura falar em valores, na medida em que o projeto está ainda a ser desenvolvido.

Segundo Maria José Fernandes, presidente do IPCA, a Escola Hotel de Guimarães é um projeto com condições para ser uma “referência a nível internacional”, devendo entrar em funcionamento dentro de dois anos para 1500 alunos. Para além de formações técnicas e profissionais, este espaço albergará licenciaturas e mestrados e até doutoramentos, uma área ainda poucos explorada. Domingos Bragança conta levar esta obra a concurso já no próximo mês de fevereiro.

André Coelho Lima, vereador da oposição, destacou o investimento que está a ser feito no IPCA, questionando o retorno que este projeto terá para Guimarães. O vereador destacou que esta pode ser uma aposta estratégica, fazendo inclusive ligação ao facto de em Guimarães haver um restaurante com uma estrela Michelin.

Recorde-se que o IPCA tem já um polo a funcionar em Guimarães, no Avepark, sendo que vários alunos deste polo estão alojados no Hotel das Termas, em Caldas das Taipas.