PUB
Vai-m’à Banda: casas típicas de Guimarães recebem tarde de música
Vai-m’à Banda: casas típicas de Guimarães recebem tarde de música
© Direitos Reservados
Quarta-feira, Agosto 22, 2018

Quatro locais carregados de simbolismo na forma de descrever a cidade de Guimarães serão os pontos que unem uma jornada durante a tarde de sábado 25. O programa sugere quatro concertos e dois DJ sets numa jornada que se prolongará noite dentro.

Será por quatro dos mais típicos locais de Guimarães que passará a música na tarde de sábado, 25 de agosto. A segunda edição do Vai-m’à Banda acontece na cidade a partir das 15 horas, com o programa de concertos a culminar no Largo do Trovador, com um concerto de The Legendary Tigerman.

Mas comecemos pelo princípio. O circuito da edição de 2018 do Vai-m’à Banda começa na Tasca Expresso, no Largo da República do Brasil, onde às 15 horas Mathilda apresentará o seu cartão de visita lançado no final do ano passado. Chama-se “Lost Between Self Expression and Self Destruction”.

Preveem-se temperaturas a tocar os 30ºC, pelo que subir à Montanha da Penha afigura-se uma boa opção para continuar este périplo musical pela cidade.

A organização, entregue à promotora Revolve, irá distribuir, durante o primeiro concerto da tarde, pulseiras que permitirão que as viagens de ida e volta de teleférico se façam por uma moeda de euro. As pulseiras são gratuitas, assim como a entrada nos concertos.

A banda segue então para a Penha onde, na Taberna do Ermitão, é esperado o concerto que juntará Tó Trips e João Doce. O primeiro costumamos vê-lo nos Dead Combo e o segundo em Wraygunn. Tal como no lugar imaginado no disco – “Sumba”, na Taberna do Ermitão não existirá tempo nem a urgência, como se lê na apresentação do disco, de 2016.

Os concertos são retomados às 22h00, já de regresso ao coração da cidade. Antes disso, o coletivo Suave Geração providenciará, a partir das 19h30, a banda sonora para o pôr do sol deste sábado, no Largo do Trovador.

Entre a casa do Tio Júlio e a Taberna do Trovador irão desenrolar-se os números seguintes do programa. A noite tomará conta do tempo, ao som do concertos dos Toulouse. A banda vimaranense mantém em carteira o álbum “Yuhng”, de 2016, além de uma série de temas distribuídos por um EP.

O Vai-m’à Banda de 2018 terminará então com o concerto de The Legendary Tigerman, que regressa a Guimarães, passada pouco mais de uma semana de um dos mais apoteóticos concertos do Vodafone Paredes de Coura.

Tigerman lançou já em 2018 o álbum “Misfit” o último de uma discografia que já vai longa, com início em 2002, com disco “Naked Blues”.

DJ Fitz tomará conta do alinhamento seguinte com um DJ set previsto para começar à meia-noite e para tocar até quando der.

O programa do Vai-m’à Banda é promovido e organizado pela Revolve. O evento é descrito como uma forma de “explorar o contraste entre as tabernas, locais de forte tradição e de importante papel na génese da identidade de Guimarães, e a nova música nacional”.

Cartaz da edição de 2018 do Vai-m’à Banda