PUB
Vacinas contra a gripe da Ara de Trajano não se perderam com a quebra de luz
Vacinas contra a gripe da Ara de Trajano não se perderam com a quebra de luz
Paulo Dumas
Quarta-feira, Dezembro 9, 2020

As vacinas da gripe da Unidade de Saúde Familiar (USF) Ara de Trajano que poderiam estar comprometidas em virtude das quebras de fornecimento de energia elétrica estão em condições de ser administradas, sendo que a vacinação foi reprogramada.

Recorde-se que sensivelmente seiscentas doses estiveram em causa, mas a comissão concelhia de Guimarães do Partido Socialista (PS), após reunião com o ACES Alto Ave, dá nota que as mesmas foram consideradas válidas após análise.

“Quanto à situação pontual da quebra de frio verificada há uma semana e que afetou um lote de vacinas, a falha no fornecimento de energia resultou de uma avaria na rede da EDP e durou cerca de uma hora, não se registando perda de nenhuma vacina, segundo as conclusões da avaliação realizada. A administração destas vacinas foi assim reprogramada”, assegura o PS Guimarães.

Na mesma nota esta força política diz que os procedimentos de segurança estão a ser revistos para que, dessa forma, se evitem riscos semelhantes em ocorrências futuras.

A comissão concelhia de Guimarães do (PS) acompanhou o trabalho desenvolvido pelo ACES Alto Ave na campanha de vacinação contra a gripe, adiantando que já foram administradas quase 42 mil vacinas. Apontando este ano como excecional em que a procura foi superior ao habitual, devido à pandemia, o PS refere que foram “administradas 41.380 vacinas e ainda restavam em stock 3.413 vacinas”. Ainda decorrente da reunião o ACES Alto Ave informou que 46% dos seus profissionais foram vacinados no âmbito desta campanha.