PUB
Trio Os Boémios tem novo trabalho para animar o pós-pandemia
Trio Os Boémios tem novo trabalho para animar o pós-pandemia
Bruno Ferreira
Sábado, Maio 9, 2020

Conjunto musical taipense tem um novo trabalho discográfico pronto, mas em virtude da pandemia a sua divulgação tem de ser feita de forma diferente do habitual. ‘Mamamia’ é o nome do disco que já está no mercado para animar o pós-pandemia e os primeiros feedbacks apontam a “mais um sucesso”.

O trio Os Boémios, grupo musical taipense que no próximo ano completa três décadas de existência, tem na forja um novo trabalho discográfico que promete ser “mais um sucesso”, na perspetiva de Manuel Leite Silva, principal rosto do reconhecido trio Os Boémios. Em declarações ao Reflexo, Manuel Leite Silva explicou que o disco está pronto, exibindo-o orgulhosamente, ainda que a divulgação e promoção do mesmo tenham de ser feitas de forma diferente do habitual em virtude da pandemia. “O trabalho está pronto, o CD demorou mais tempo do que seria normal a ser produzido em virtude do momento que atravessamos, mas está um trabalho muito bom. Preparamo-nos agora para o divulgar de forma mais intensa nas rádios, por meios alternativos e pelas novas tecnologias, para que as músicas comecem a chegar ao público. As feiras não estão a funcionar, um local de muitas vendas, sabemos que vai ser um pouco diferente, mas a vontade é a de sempre”, refere.

Para já, ainda numa fase embrionária, as indicações têm sido boas no que ao primeiro feedback diz respeito. “Esperamos que seja mais um sucesso, como os outros. É essa a expetativa que temos até pelos primeiros indícios. Algumas músicas já têm passado nas rádios, têm sido divulgadas dessa forma e em algumas rádios até atingiram os tops da semana, por isso esperemos que seja um trabalho apreciado pelo público. Sempre que fazemos um trabalho achamos que está melhor que os restantes, porque vamos aprimorando e evoluindo. Até da nossa parte, o que vem de novo é sempre mais apetecido, é com essa expetativa que partimos”, revela Manuel Leite Silva.

Com “músicas bonitas demais”, este novo álbum intitula-se ‘Mamamia’, que é o nome do principal tema do CD. “’Mamamia’ é o título de uma música inédita da minha autoria, e este CD terá o mesmo número de temas dos outros já editados por nós, que é dez temas. Contamos que o ‘Mamamia’ seja o destaque, esta música já está a ser passada nas rádios, como na Rádio 5 Estrelas, no Porto, em que esteve duas semanas no top da semana. Atesta que tem qualidade. Também já divulgámos uma música nas redes sociais, um música brasileira que que tem como título ‘Aceita que dói menos’, e conta com muitas visualizações, o que é claramente um indicador positivo”, aponta.

Este grupo de música popular portuguesa vai já no seu 17.º trabalho musical em quase três décadas de existência, um motivo de orgulho para o principal mentor deste projeto, Manuel Liete Silva. “Os Boémios são sempre Os Boémios. No próximo ano cumprimos trinta anos de existência, uma marca bonita. Temos dado muitas músicas à música popular portuguesa e há muita gente mesmo a cantar Boémios, toda a gente canta Boémios. Posso dizer que há muitos artistas a viver das músicas d’Os Boémios”, declara Manuel Leite Silva.

Apesar de mais este marco na história do trio Os Boémios, tal como acontece com os restantes artistas, também o grupo taipense tem a sua atividade em suspenso em virtude da pandemia que obrigou a cancelar todos os espetáculos. “Foi tudo cancelado. O último espetáculo que fizemos foi no dia 29 de fevereiro no Luxemburgo e depois no Santo Amaro. A partir do início de março foram cancelados todos os espetáculos que tínhamos para fazer, quase duas dezenas de espetáculo cancelados, fora os que podiam ainda surgir, como é normal. Foi tudo cancelado. Íamos estar no Mónaco agora em breve, no início de junho, mas foi tudo cancelado. Para a música este ano vai ser bastante mau”, regista.