PUB
This Penguin Can Fly retomam ciclo dedicado à música feita em Guimarães
This Penguin Can Fly retomam ciclo dedicado à música feita em Guimarães
© Direitos Reservados
Quinta-feira, Outubro 12, 2017

O Som de GMR inicia a segunda parte de apresentações, dedicando espaço a mais três projetos musicais vimaranenses. Até ao final do ano estarão ainda em destaque o projeto ANA e os smartini. Nessa altura terao sido dez as bandas a fazer parte do programa.

O ciclo Som de GMR, dedicado às bandas de Guimarães, volta a tomar lugar no café concerto do Centro Cultural Vila Flor já a partir desta sexta-feira, 13 de outubro. Caberá aos This Penguin Can Fly o programa desta sexta-feira que incluirá uma conversa com os elementos da banda ao final da tarde. O concerto está marcado para as 23 horas.

Donos do um rock instrumental, reminiscente do post-rock, os This Penguin Can Fly lançaram este ano o segundo álbum de temas. O LP “Caged Birds Think Flying is a Disease” é um conjunto de quase uma dezena de composições onde o trio aprimorou o som com que se fizeram conhecer no primeiro registo, um EP que data já de 2014.

Este será o primeiro projeto em foco no Som de GMR, que foi interrompido durante os meses de verão. Até ao final do ano passarão ainda pelo CC Vila Flor o projeto ANA, de Gabriel Salgado, que estará em destaque no mês de novembro. Por fim, em dezembro, será aos smartini a quem caberão as honras de encerramento do ciclo.

Ao todo, até ao final do ano, passarão pela revista do Som de GMR dez projetos vimaraneses, cada um com uma peculiaridade própria e que no conjunto poderão resumir a cena músical que se vive em Guimarães na atualidade. Captain Boy, Hot Air Ballon, Gobi Bear, Toulouse, Lince, El Rupe e Paraguaii foram as bandas que passaram pela primeira parte do ciclo.

Artigos Relacionados