PUB
The BJazz Choir será a primeira “Lufada” das noites de Sexta-feira em Guimarães
The BJazz Choir será a primeira “Lufada” das noites de Sexta-feira em Guimarães
Direitos Reservados
Quarta-feira, Junho 17, 2020

“Lufada” é uma iniciativa excecional que A Oficina concebeu para tempos excecionais. Uma forma encontrada para a fruição das artes, entre junho e julho, nos pátios, jardins e salas de museu, vimaranenses.

Esta sexta-feira, 19 de Junho, The BJazz Choir, a partir das 19 horas, tomará conta dos Jardins do Palácio Vila Flor com um reportório que inclui arranjos originais criados propositadamente para o coro sobre temas de jazz, blues, soul, gospel, bossa nova e fado-jazz, numa oportunidade para o público conhecer o seu primeiro trabalho discográfico gravado em estúdio.

The BJazz Choir nasceu em finais de 2012, no ano em que Guimarães foi Capital Europeia da Cultura, associado à escola de jazz do Convívio e é atualmente uma entidade independente que se constitui como Associação Cultural. A formação inclui elementos de várias profissões, oriundos não só de Guimarães mas também do Porto, Braga, Famalicão e Celorico de Basto.

Os espetáculos e atividades deste programa – “Lufada” – são de entrada gratuita, por ordem de chegada. A lotação é limitada e a abertura ao público acontecerá meia hora antes do início dos espetáculos.

Ainda nesta sexta-feira, pelas 22h00, 22h30 e 23h00, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) abre-se em horas extraordinárias para o ‘Turno da Noite’, revelando facetas pouco conhecidas e acessíveis do museu através de percursos de descoberta às suas reservas e às histórias sobre as peças que lá moram. As entradas, também gratuitas, estão condicionadas à apresentação de bilhete que pode ser levantado com antecedência. Cada visita terá a duração aproximada de 30 minutos e uma lotação máxima de 7 pessoas, que terão oportunidade de realizar percursos de descoberta às reservas do CIAJG e assim conhecer os museus que existem dentro do MUSEU.

Até 10 de julho, a “Lufada” vai continuar a fazer sentir-se, todas as sextas-feiras, em Guimarães, acompanhada pela música, artes performativas, cinema e artes visuais. Sempre em segurança.