PUB
Terrenos inscritos na incubadora de base rural de Guimarães em fase de avaliação
Terrenos inscritos na incubadora de base rural de Guimarães em fase de avaliação
© Direitos Reservados
Segunda-feira, Abril 23, 2018

Cerca de 53 hectares fazem parte da primeira chamada para inscrições no banco de terras, uma iniciativa do munícipio, através da Incubadora de Base Rural de Guimarães. Dentro de um mês, as primeiras parcelas poderão ficar disponíveis para a prática agrícola.

Quinze proprietários aderiram ao Banco de Terras, respondendo ao desafio da Câmara Municipal de Guimarães, através da Incubadora de Base Rural. Ao todo serão 28 terrenos distribuídos por 14 freguesias do concelho, somando um total de 53 hectares que poderão agora ser utilizados para a agricultura.

Os terrenos estão a ser  sujeitos a uma avaliação por parte de uma equipa de gestão, que visitará todos os terrenos inscritos. Dessas visitas resultará um relatório, que indicará o nível de aptidão agrícola dos terrenos e que culturas poderão receber. Será ainda calculado o valor a que os terrenos deverão ser arrendados.

Após a avaliação, os proprietários serão notificados e terão a possibilidade de se pronunciarem acerca da avaliação realizada pelos técnicos da Câmara Municipal e se concordam com os valores de arrendamento propostos pela autarquia.

As respostas às notificações da Câmara poderão ser feitas numa prazo de 10 dias. Após a aceitação dos termos será celebrado um contrato no prazo máximo de 20 dias consecutivos.