PUB
Taipas Termal com resultado líquido positivo de 3.867 euros
Taipas Termal com resultado líquido positivo de 3.867 euros
Terça-feira, Abril 14, 2020

A Taipas Termal teve um resultado positivo líquido de 3867,40 euros no último exercício, relevou a cooperativa numa nota enviada às redações. As contas foram apresentadas ao executivo municipal, juntamente com as demais cooperativas vimaranenses, e a Taipas Termal dá agora conta de algumas informações.

“A cooperativa cresceu mais uma vez, tal como tem sucedido nos últimos 10 anos. Comparativamente com 2018, crescemos no volume de faturação 11,5% o que nos tem permitido, juntamente com a Câmara Municipal, investir na comunidade e nas pessoas, sem deixar de honrar os compromissos assumidos”, referiu José Maia, presidente da Taipas Termal.

Adiantando que a Taipas Termal cresceu 30% na vertente das Termas e SPA, fruto também da intervenção que torna o balneário um dos mais modernos do país, José Maia diz que a função da cooperativa que dirige está a ser cumprida.

“A nossa missão é ajudar as pessoas, as instituições e a comunidade, valorizando um património termal que, mais do que da vila de Caldas das Taipas e do concelho de Guimarães, é um património nacional. Ora, como será fácil de compreender, nada disto seria possível sem um apoio direto do Município através da celebração de um Contrato Programa”, diz.

Recorde-se que este tema foi alvo de discussão na última reunião de câmara, com o vereador Hugo Ribeiro a dizer que apenas um aumento na comparticipação municipal na ordem dos 140 mil euros permitiu apresentar estes resultados.

Neste momento alguns colaboradores da Taipas Termal estão no regime de lay-off, tal como o Reflexo deu conta, em virtude do encerramento dos serviços devido à pandemia, algo considerado por José Maia como “um murro no estômago”, uma vez que vai travar o crescimento da Taipas Termal, ritmo que se notava no arranque do ano. Ainda assim, José Maia mostra confiança na equipa de colaboradores para ultrapassar as dificuldades.