PUB
Taipas Termal atravessa período conturbado
Taipas Termal atravessa período conturbado
Arquivo Reflexo
Quinta-feira, Janeiro 9, 2020

Este é o principal destaque da edição de janeiro do jornal Reflexo, que foi esta semana para as bancas.

O primeiro Reflexo de 2020 já está nas bancas, e tem como manchete os tempos conturbados que a Cooperativa Taipas Termal atravessa, que poderá colocar em causa o seu projeto da Clínica Médica de Saúde.

O que está em causa e que pode comprometer a visão estratégica da Taipas Termal apresentada oficialmente a 4 de setembro de 2015, dia da inauguração do novo edifício da Clínica Médica de Saúde e da requalificação da sua parte termal e spa, está a constituição da empresa Neurónio Cristalino, Lda, tal como foi criada, e que passou a gerir a Casa de Saúde Guimarães-Taipas, concorrente direta da Taipas Termal.

Ricardo Costa e o médico ortopedista Hélder Pereira, que idealizaram a nova visão da Taipas Termal, entram em rota de colisão em 2018, por este último considerar que existe um conflito de interesses entre o público e privado e que progressivamente a Clínica de Saúde da Taipas Termal foi sofrendo um desinvestimento e esvaziamento das suas ofertas de especialidades médicas.

Nesta edição é ainda feito o rescaldo das depressões “Elsa” e “Fabien”, que deixaram um rasto de destruição na vila, num balanço apoiado em declarações do presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Luís Soares, e também da vereadora municipal com o pelouro da Proteção Civil, Sofia Ferreira.

Oportunidade também para ler uma reportagem sobre a banda taipense This Penguin Can Fly e artigos relacionados com as eleições em diversas entidades da vila, como o Centro Social, a Banda Musical e a Associação Humanitária dos Bombeiros.

No desporto, destaque para a promessa de um novo piso para o pavilhão do CART, por parte do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e também do novo relvado que está a ser instalado no Montinho.

Pode ficar a par destes e de outros temas, com mais detalhe, na edição 283 do jornal Reflexo, que já se encontra nas bancas.