PUB
Segunda edição da Gala “A Terra onde a Lua fala” com data marcada
Segunda edição da Gala “A Terra onde a Lua fala” com data marcada
© Fotografia Matos
Quinta-feira, Novembro 14, 2019

Está agendada para o dia 7 de dezembro a 2ª edição da Gala “A Terra onde a Lua fala”. Nessa ocasião serão feitas distinções nas áreas da solidariedade, associativismo, cultura, empreendedorismo, educação e ciência e ainda desporto.

Depois do sucesso alcançado no ano passado, aquando da realização da primeira Gala, jornal Reflexo e Junta de Freguesia de Caldelas voltam a reunir esforços para a realização de uma segunda edição, novamente no auditório dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas.

Nessa noite, será dada a conhecer a personalidade ou entidade que se enquadre nas seguintes categorias: Solidariedade; Associativismo; Cultura/Artes/Espetáculo; Empreendedorismo; Educação/Ciência/Investigação e ainda o Atleta do Ano de cada clube/associação desportiva de Caldas das Taipas, bem como o atleta que se destacou mas não está filiado em qualquer associação da vila.

Tal como se procedeu em 2018, os distinguidos das diferentes categorias serão escolhidos por uma Comissão de Avaliação constituída para esse efeito e que deliberará em autonomia. No âmbito da Gala “A Terra onde a Lua fala”, será ainda entregue uma distinção, da responsabilidade do jornal Reflexo, a uma personalidade ou entidade a quem seja reconhecido um trabalho de relevo em prol da sociedade onde o jornal se insere.

Recorde-se que os distinguidos em 2018 foram os seguintes: CART, Alberto Martinho; CC Taipas, Pedro Nuno Mota; NAT, Marcelo Pereira; Clube de Petanca das Taipas, Maria Emília Fernandes Gonçalves; Clube de Rope Skipping das Taipas, Paulo Jorge Lima; Clube de Ténis das Taipas, Adelino Miguel Freitas; Clube de Ténis de Mesa das Taipas, João Ribeiro e atleta não vinculado a um clube/associação de Caldas das Taipas, Rita Lopes.

Na categoria Solidariedade, foi distinguido o Rotary Clube de Caldas das Taipas; no Associativismo, o Rope Skipping; na Cultura/Artes/ Espetáculo, o programa Banhos Velhos; no Empreendedorismo, a Farfetch e na Ciência/Investigação/Educação, o médico e investigador Hélder Pereira. A distinção do Reflexo foi entregue aos BVCT.

Juntamente com o promotores da gala, este evento será possível com o patrocínio das empresas Damabel, Casa de Caldelas, Colégio do Ave e Serafim Fertuzinhos SA e o apoio da Fotografia Matos e Ana Mota – Decoração de Eventos. Esta sessão será pública e, como tal, fica desde já o convite para todos os interessados marcarem presença nesta iniciativa.

Prémios do Concurso Literário “A Terra onde a Lua fala” serão entregues a 7 de dezembro

O primeiro concurso literário “A Terra onde a Lua fala” organizado pelo jornal Reflexo e o projeto “Ao sabor dos Livros” da Escola Secundárias de Caldas das Taipas terá a divulgação dos vencedores durante a realização da gala com o mesmo nome, na noite de 7 de dezembro.

Este concurso literário esteve aberto a todas as escolas do concelho de Guimarães, tendo dois escalões de participação: um para os alunos do 3º ciclo e um segundo para os alunos do ensino secundário.

Este concurso literário conta com o apoio da Taipas Termal e foi buscar o seu nome à frase emblemática do texto de Ferreira de Castro publicado no jornal Notícias de Guimarães, no dia 29 de setembro de 1963.