PUB
Se vamos reconstruir, vamos fazer melhor
Sexta-feira, Janeiro 8, 2021

Ano novo vida nova, é uma frase mil vezes repetida, no início de cada ano. Dizemo-la aos amigos, à família, aos colegas de trabalho. Infelizmente, passadas algumas semanas sobre o primeiro amanhecer do ano novo, a força que sentíamos inicialmente para mudar as nossas vidas profissionais, académicas, familiares, já não é a mesma. Se não alimentarmos essa força, ela estingue-se como o pavio de uma vela a que se acaba a cera. Somos capazes de sonhar com um futuro melhor, mas temos também de ser capazes de manter a chama desse sonho acesa.

Num mundo que muda a uma velocidade estonteante, o concelho de Guimarães tem estado inexplicavelmente parado. A nosso concelho é único, com a sua natureza, os seus rios, o seu património histórico, a força da sua indústria e o empreendedorismo das suas gentes. Que dizer da beleza da cidade sede do nosso concelho?

Mas, como em tudo na vida, não podemos demorar-nos a contemplar as nossas qualidades. Ao mesmo tempo que o fazemos, outros concelhos movem-se rumo ao futuro, abraçando a mudança.

Guimarães precisa de abraçar a mudança. O ano de 2021, esperamos, será um ano de reconstrução, depois de termos sido arrasados pela tempestade que foi o covid-19. Não será ainda um ano fácil, alguns negócios e famílias perderam tanto durante estes meses, que não se vão conseguir recompor em doze meses. Contudo, o caminho da reconstrução começa aqui.

A pergunta que se coloca, quando se inicia qualquer processo de reconstrução é: vamos deixar tudo como estava, ou vamos aproveitar para mudar o que estava mal e nunca tivemos energia para alterar, porque a vida nos ocupa com tantas coisas?

A resposta é óbvia, é preciso mudar, impõem-se reconstruir com mais qualidade. Lanço aos meus leitores um desafio: é altura de fazer uma lista de coisas que gostaria de ver mudada no concelho, na sua freguesia, no seu bairro, na sua rua, no seu clube, na sua associação, no rio que passa na sua freguesia, no parque industrial onde trabalha, ou onde tem a sua empresa. Eu já fiz a minha e estou certo de que as nossas listas terão muitos pontos em comum.