PUB
Ricardo Costa avança para a Federação Distrital de Braga do Partido Socialista
Ricardo Costa avança para a Federação Distrital de Braga do Partido Socialista
Alfredo Oliveira
Sábado, Dezembro 7, 2019

O vereador da Câmara Municipal de Guimarães defende “uma nova visão para o distrito de Braga”, onde possam estar envolvidos todos os militantes do Partido Socialista do distrito.

A disponibilidade para se candidatar a liderar a Federação Distrital de Braga surge pela necessidade, como afirma, de posicionar o PS “como um partido moderno que seja capaz de criar valor para todos os cidadãos do distrito”, acrescentando que é fundamental para o PS uma “nova energia que envolva todos os seus militantes num debate aberto, sem medos, em total liberdade de pensamento no desenho de ideias inovadoras para as populações no nosso Distrito”.

Num primeiro manifesto, Ricardo Costa, mostrando-se consciente das dificuldades, assume o propósito de reforçar a implantação autárquica socialista, dando continuidade às atuais lideranças do PS nas autarquias e a conquistar as Câmaras nos concelhos onde são oposição.

O vereador socialista diz que, para se terminar com as divisões do partido, a federação distrital deve imprimir uma nova dinâmica que transforme o partido e que este deixe de estar fechado sobre si próprio.

Ricardo Costa aponta como estratégia da sua liderança distrital um PS capaz de envolver toda a sociedade na procura de novos caminhos face aos novos desafios do mundo atual. Pretende um partido mais moderno, motor da transformação do distrito, que consiga melhorar a qualidade de vida das populações. Defende um distrito mais solidário para com os mais frágeis, os mais vulneráveis, desenvolvendo programas de reconversão dos cidadãos para a nova economia.
Em suma, um partido ao serviço das populações.

Recorde-se que as eleições, tanto para as concelhias como para a distrital de Braga do Partido Socialista, ainda não têm data marcada. Naturalmente, aguarda-se com expectativa a posição das diferentes concelhias face a esta candidatura que terá como oponente, como tudo indica, o atual presidente Joaquim Barreto.

Sabendo-se que a concelhia de Guimarães não reagiu à intenção inicial de Ricardo Costa, que agora se confirma, de avançar para a distrital de Braga do PS, mais premente se torna essa tomada de posição.

Nesta questão Ricardo Costa afirma que é seu propósito unir o PS e que não pretende “de forma alguma, que a discussão da eleição para a Distrital possa afetar as escolhas democráticas que os militantes do PS vão realizar nas eleições concelhias”, concluindo que, em Guimarães, na concelhia, “quer prosseguir o projeto renovador iniciado em 2017. Estou na política por missão, com o propósito de servir os meus concidadãos e com vontade de fazer mais e melhor, colocando sempre, repito, sempre, acima de tudo o interesse coletivo”.