PSD sobre Capital Verde Europeia: “Guimarães começou a casa pelo telhado”
PSD sobre Capital Verde Europeia: “Guimarães começou a casa pelo telhado”
Quinta-feira, Abril 19, 2018

Lamentando que Guimarães não tenha conseguido chegar ao grupo de finalistas ao galardão de Capital Verde Europeia, o principal partido da oposição concluiu que faltou “maturidade” a Guimarães. 

Lamentando que Guimarães não tenha conseguido chegar ao grupo de finalistas ao galardão de Capital Verde Europeia, o principal partido da oposição vincou que “Guimarães começou a casa pelo telhado: primeiro candidatou-se a Capital Verde Europeia, e só depois começou a trilhar um caminho de sustentabilidade ambiental, com vista a preencher os requisitos impostos pela Comissão Europeia”. Em suma, para os sociais-democratas, faltou “maturidade” a Guimarães.

Bruno Fernandes, presidente da concelhia do PSD, falou esta quinta-feira, 19, à imprensa para dizer que o partido está “comprometido com esta candidatura”. Mas apontou aquilo que considera serem os “erros” da gestão camarária deste processo, questionando sobre a “pressa” em construir ecovias “sem pensar nas consequências que estão à vista de todos”; ou a necessidade de “comprar um único autocarro elétrico por 500 mil euros quando a frota dos TUG necessita de uma renovação há décadas”.

Reiterou ainda que “uma cidade que quer ser Capital Verde não pode construir parques de estacionamento onde existia um pulmão verde no centro da cidade, nem pode rasgar zonas de reserva ecológica para construir uma estrada de acesso a um parque industrial, tendo alternativas”.

Concluiu dizendo que “o PSD de Guimarães apoia uma nova candidatura a Capital Europeia Verde” com uma condição: “que este executivo comece a levar a sério os problemas ecológicos e de mobilidade do concelho”.

Fez ainda mais um reparo aos “serviços de comunicação do Município que anunciaram, em novembro de 2017, que Guimarães fazia parte da lista de finalistas à Capital Verde Europeia”. “A Câmara de Guimarães, inclusive, mandou colocar na entrada da Cidade (rotunda de acesso à auto estrada), um suporte de comunicação onde anunciava e exibia Guimarães como Cidade Finalista da Capital Verde Europeia. No entanto, só ontem foi divulgada a lista de finalistas, da qual não consta Guimarães”, atirou.