PUB
PSD apela à “unidade vimaranense” sugerindo reunião de câmara extraordinária para debater a pandemia
PSD apela à “unidade vimaranense” sugerindo reunião de câmara extraordinária para debater a pandemia
Terça-feira, Novembro 10, 2020

O PSD de Guimarães enviou uma carta aberta a Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, na qual apela à realização de uma reunião de câmara extraordinária para discutir e delinear estratégias concretas para mitigar a pandemia.

Na missiva, assinada pelo líder do PSD de Guimarães, Bruno Fernandes, e enviada aos Órgãos de Comunicação Social, esta ideia é justificada pelo atual momento pandémico com especial gravidade no nosso concelho, aclamando mesmo o líder máximo da oposição “Somos todos Guimarães”.

Veja na íntegra a Carta aberta do PSD enviada a Domingos Bragança

“Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Dr. Domingos Bragança, No Conselho de Ministros Extraordinário de 31 de Outubro, reforçado com a declaração recente do Estado de Emergência, foi decidido pelo Governo sujeitar o concelho de Guimarães a medidas restritivas especiais. Sem demoras, o executivo municipal deve definir uma imediata estratégia de acção, com planeamento e critério, rejeitando soluções casuísticas ou que resultem apenas do pulsar efervescente da comunidade.

Face à premência da acção e à grandeza do desafio, o PSD/Guimarães, sem hesitações, decidiu reiterar a posição assumida desde o início desta pandemia: pode continuar a contar com o nosso total e integral apoio, para tudo que tenha como fundamento combater as consequências deste vírus. Num momento singular como este, a luta partidária perde relevância, impondo-se uma única conduta: face a um inimigo comum, SOMOS TODOS GUIMARÃES. Esta predisposição para a união só será profícua e válida, se for consequente, impondo-se, assim, numa ética de responsabilidade, a fixação, desde já, de uma iniciativa que aponte este caminho.

Não nos cabe substituir quem tem a competência de governar. Mas, com a legitimidade de quem também representa os Vimaranenses, queremos contribuir ativamente para que sejam encontradas as melhores soluções que mitiguem este nefasto problema.

Da mesma forma que compete a quem governa ouvir essa representação do povo e não ignorar o seu papel. Só assim se cumprirão os princípios basilares da democracia e se demonstrará o real empenho da autarquia em contribuir para a união dos Vimaranenses em torno desta causa maior – combater a pandemia.

Como plataforma de trabalho, sugiro a realização de uma Reunião de Câmara Extraordinária, convidando um representante dos partidos com assento na Assembleia Municipal que não integram o órgão executivo. Reunião esta com um único ponto na ordem de trabalho – Avaliação e discussão de medidas concretas que contribuam para mitigar a pandemia sanitária e económica que afeta o concelho de Guimarães.

Exmo. Senhor Presidente, o desafio que lhe lanço de criarmos e corporizarmos, sem reservas, uma “UNIDADE VIMARANENSE” no combate à pandemia, é feito em espírito de incondicional serviço público, tendo um único propósito subjacente: o bem comum dos vimaranenses.”